Brasiliense supera Bahia e se afasta da zona da degola

Time do Distrito Federal ganha por 2 a 1 em Pituaçu e chega aos 31 pontos, na 11.ª colocação

AE, Agencia Estado

18 de setembro de 2009 | 23h43

O Brasiliense venceu o Bahia por 2 a 1, nesta sexta-feira, no Estádio Pituaçu, em Salvador, pela 25.ª rodada, e se afastou da zona de rebaixamento da Série B do Campeonato Brasileiro.

 

Veja também:

Brasileirão Série B - tabela Classificação | lista Tabela

especialSÉRIE B - Leia mais sobre a competição

especialDê seu palpite no Bolão Vip do Limão

O time do Distrito Federal chegou aos 31 pontos, na provisória 11.ª colocação da tabela. Já a equipe baiana amargou a quarta derrota consecutiva na competição e ficou mais perto da zona da degola, na 12ª posição, com 30 pontos.

Apesar de jogar fora de casa, o Brasiliense foi superior na primeira etapa. Logo aos 19 minutos conseguiu abrir o marcador. Pedro Ayub levantou da direita para Abuda, que chegou antes que o goleiro e deu um leve toque para o fundo das redes. Ainda na primeira etapa, o Bahia teve uma grande chance de empatar, mas Bruno Silva, de frente para o goleiro, pegou mal na bola e mandou longe do gol.

O Bahia voltou melhor na segunda etapa, mas foi o Brasiliense quem ampliou. Aos 6 minutos, Júlio César avançou pela entrada da área e bateu de canhota no cantinho. Dois minutos depois, Jael bateu falta por cima da barreira e acertou a bola no ângulo para diminuir o placar para os baianos. O Bahia seguiu na pressão, enquanto o Brasiliense apostou nos contra-ataques. Mas o resultado não se alterou.

Na 26.ª rodada, o Bahia, sem Bruno Silva, suspenso pelo terceiro cartão amarelo, encara o Ipatinga, fora de casa, na terça-feira, às 21 horas. O Brasiliense enfrenta a Portuguesa, em Taguatinga, na sexta-feira, às 21 horas.

BAHIA 1 X 2 BRASILIENSE

Bahia - Fernando; Bebeto, Nen, Evaldo e Rubens Cardoso; Leandro, Bruno Silva (Alex Terra), Juninho (Helton Luis) e Odair (Léo Medeiros); Nadson e Jael. Técnico: Sérgio Guedes

Brasiliense - Guto; Júlio César, Moacri, Ailson e Edinho; César Gaúcho, Pedro Ayub (Didão), Juninho, Thiaguinho e Iranildo (Lúcio Flávio); Abuda (Maninho). Técnico: Reinaldo Gueldini

Gols - Abuda, aos 19 minutos do primeiro tempo. Júlio César, aos 6, e Jael, aos 8 minutos do segundo tempo

Cartões amarelos - Bruno Silva, Jael, Alex Terra (Bahia); Abuda, Pedro Ayub, Ailson, Didão e Maninho (Brasiliense)

Árbitro - Rodrigo Nunes de Sá (RJ)

Renda - R$ 63.435,00

Público - 3.670 pagantes

Local - Estádio Pituaçu, em Salvador (BA)

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.