Brasiliense vence a Ponte Preta e ainda pode evitar queda para a Série C

TAGUATINGA - Com dois jogadores a mais durante boa parte do segundo tempo, o Brasiliense sofreu, mas conseguiu vencer a Ponte Preta por 2 a 1, com gol no final da partida, neste sábado, no estádio Boca do Jacaré, em Taguatinga, em jogo válido pela 37.ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro. Dessa forma, segue vivo na briga contra o rebaixamento.

AE, Agência Estado

20 de novembro de 2010 | 19h55

Veja também:

SÉRIE B - tabela  Classificação | listaCalendário/Resultados

link Coritiba é campeão da Série B do Brasileirão; Santo André e Ipatinga caem

Durante alguns momentos do jogo, o Brasiliense chegou a estar matematicamente rebaixado, mas com a vitória manteve a 17.ª posição, com 43 pontos. Na última rodada depende de uma vitória sobre o América-RN, em Natal, e que Guaratinguetá ou Vila Nova não vençam seus jogos. A Ponte Preta chegou ao nono jogo sem vitória, ficando como o 14.º colocado, com 47 pontos.

Com a corda no pescoço, o Brasiliense começou tomando a iniciativa da partida, mas encontrava muita dificuldade de encontrar espaços para criar jogadas devido à péssima condição do gramado. E também por conta do esquema de jogo do visitante, que entrou com um meio campo formado por quatro volantes. Aos 33 minutos, após cobrança de falta pelo lado direito, a defesa campineira não conseguiu afastar e Fabio Braz, na entrada da pequena área, chutou firme no canto direito de Gilson.

A Ponte Preta conseguiu empatar logo aos dois minutos da segunda etapa. Após cobrança de falta do lado direito, o zagueiro Naldo apareceu no segundo pau e empurrou, de peito, a bola para o fundo das redes. A virada quase aconteceu aos 17. Daniel Lovinho recebeu bom lançamento, ficou cara a cara com Eduardo e bateu, mas a bola tocou caprichosamente a trave.

A animação do time campineiro acabou quando Pirão foi expulso aos 18 minutos após cometer falta dura e receber segundo cartão amarelo. Com um a mais em campo, o Brasiliense foi para cima e até chegou a balançar as redes em finalização de Djavan, mas o árbitro anulou acertadamente flagrando o jogador em posição de impedimento.

Nos minutos finais, o time da casa foi para o desespero e as coisas ficaram mais fáceis com a expulsão de Renan, após jogada violenta. O goleiro da Ponte Preta, Gilson, acabou se tornando o principal responsável pelo empate do momento, pois fez quatro boas defesas impedindo o segundo gol.

Depois de muita pressão no final do jogo, o time candango conseguiu desempatar. Aos 44 minutos, Adrianinho, que é formado nas categorias de base da Ponte Preta, aproveitou o rebote da defesa após cruzamento da direita, dominou e chutou rasteiro no canto direito do gol de Gilson, que desta vez nada pode fazer.

Os dois times voltam a campo no próximo sábado, às 17 horas, pela última rodada da Série B. Enquanto o Brasiliense encara o América-RN, no estádio Machadão, em Natal, a Ponte Preta recebe o América-MG, no estádio Moisés Lucarelli, em Campinas.

BRASILIENSE - 2 - Eduardo; Ruy, Fabio Bráz, Santiago e Dieguinho; Luciano Totó (Danilo Portugal), Ferrugem, Tiaguinho (Bebeto) e Adriano Felício (Adrianinho); Djavan e Aloísio Chulapa. Técnico: Andrade.

PONTE PRETA - 1 - Gilson; Eduardo Zamarioli, Naldo, Diego Jussani e Bruno Collaço; Guilherme, Pirão, Johnatan Escobar e Souza (Renan); Willian (Genilson) e Daniel Lovinho (Reis). Técnico: Givanildo de Oliveira.

Gols - Fabio Braz, aos 31 minutos do primeiro tempo; Naldo, aos 2, e Adrianinho, aos 44 minutos do segundo tempo; Cartões amarelos - Ruy e Santiago (Brasiliense); Willian, Guilherme e Souza (Ponte Preta); Cartões vermelhos - Pirão, Renan e Willian (após o apioto final) (Ponte Preta); Árbitro - Marcos Mateus Pereira (MG); Renda e público - Não disponíveis; Local - Estádio Boca do Jacaré, em Taguatinga (DF).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.