Brasiliense vence e mantém o Fortaleza zerado

Num jogo cheio de alternativas, o Brasiliense venceu o Fortaleza por 3 a 2 neste sábado, no Castelão, e manteve o adversário zerado na Série B: com três derrotas, o time cearense pode demitir o técnico Mirandinha, três semanas depois da conquista do tricampeonato estadual. O Brasiliense, com 6 pontos, saltou para a décima posição.

AE, Agencia Estado

23 de maio de 2009 | 19h07

O Brasiliense abriu o placar logo aos 2 minutos, com Chimba, que recebeu na cara do goleiro e chutou forte. O segundo gol saiu aos 23, após boa jogada de Edinho pela esquerda, que rolou para trás - o meia Eder finalizou, sem defesa para Douglas.

O Fortaleza cresceu de produção e chegou ao empate ainda no primeiro tempo. Eusébio, aos 33, com um belo chute de fora da área, e Bambam, aos 40 minutos, numa sobra de escanteio, deixaram tudo igual. Mas, no segundo tempo, o veterano Fábio Júnior decretou a vitória do time candango em cobrança de pênalti, aos 22 minutos.

O Fortaleza volta a campo já na próxima terça-feira, pela quarta rodada, quando enfrenta o ABC, às 21 horas, em Natal. O Brasiliense, por sua vez, joga no próximo sábado contra o Juventude, às 16h10, no Distrito Federal.

Ficha técnica:

Fortaleza 2 x 3 Brasiliense

Fortaleza - Douglas; Silvio, Danilo (Saulo) e Edson; Neto (Sidnei), Coutinho, Eusébio, Cleisson (Bismarck) e Guto; Wanderley e Bambam. Técnico: Mirandinha.

Brasiliense - Guto; César Gaúcho, Ailson e Cris; Edinho, Pedro Ayub, Juninho (Cláudio Luiz), Didão e Éder (Rodriguinho); Fábio Junior e Chimba (Ricardinho). Técnico: Roberval Davino.

Gols - Chimba, aos 2, Eder, aos 23, Eusébio, aos 33 e Bambam, aos 40 minutos do primeiro tempo: Fábio Júnior (pênalti), aos 22 minutos do segundo tempo.

Árbitro - Fernando José de Castro Rodrigues (PA).

Cartões amarelos - Edinho, Cris, César Gaúcho, Fábio Júnior, Rodriguinho e Didão (Brasiliense).

Cartão vermelho - Sílvio (Fortaleza).

Público e renda - não disponíveis.

Local - Estádio Castelão, em Fortaleza (CE).

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.