Wilton Júnior/Estadão
Wilton Júnior/Estadão

Vice de futebol promete proposta 'contundente' do Flamengo por Gabriel

Braz diz que já tem negociação aberta com a Inter de Milão e com os empresários do atacante, que está emprestado até o fim desta temporada

Redação, O Estado de S.Paulo

24 de outubro de 2019 | 04h30
Atualizado 24 de outubro de 2019 | 13h14

O vice-presidente de futebol do Flamengo, Marcos Braz, disse nesta quarta-feira ter conversas adiantadas com a Inter de Milão, da Itália, e com os empresários de Gabriel para definir a permanência do atacante no Rio. O jogador está emprestado pelo clube italiano até o fim da temporada. Braz afirmou que o Flamengo vai "respeitar a parte orçamentária" do clube da Gávea, mas prometeu "proposta contendente" para ficar com o atleta. Gabrigol chegou ao Rubro-negro neste ano, após ter defendido o Santos também por empréstimo em 2018.

Sua adaptação foi imediata. Ele e Bruno Henrique são atualmente os dois principais goleadores do futebol brasileiro. Juntos, marcaram 60 gols pelo Flamengo. Na vitória diante do Grêmio, pela Libertadores, por exemplo, Gabigol fez dois e Bruno, um.

"A gente tem tratado com a Inter de Milão faz algum tempo. Também temos tratado com os empresários do Gabriel. Acho que não vamos ter qualquer tipo de problema se ele, de fato, quiser continuar aqui. O Flamengo vai fazer uma proposta contundente e satisfatória. Não posso falar pelos outros, só pelo Flamengo, que vai fazer todo o esforço possível para manter o Gabriel no time", afirmou Braz.

Gabriel marcou 35 gols nesta temporada. Ele é o artilheiro da Libertadores da América, com sete gols, e do Campeonato Brasileiro, com 19 gols. O Fla está na final do torneio continental e na liderança da competição nacional. Na decisão da Libertadores, o Flamengo vai enfrentar o argentino River Plate, dia 23 de novembro, em jogo único em Santiago, no Chile. Pelo Brasileirão, a equipe volta a atuar neste domingo, contra o CSA.

Para ter o atacante em definitivo, o Flamengo teria de pagar R$ 137 milhões. A Inter é segunda colocada no Campeonato Italiano, atrás da Juventus. Por isso, não deve exigir a volta do atacante. Em sua passagem pelo time de Milão, Gabigol não deu certo. O brasileiro também teve uma curta passagem pelo Benfica, da mesma forma sem sucesso.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.