Dhavid Normando/Futura Press
Dhavid Normando/Futura Press

Brenner celebra gols pelo Botafogo e explica homenagem a Roger

Atacante enaltece amizade com o companheiro, detectado com um tumor renal

Estadão Conteúdo

04 Outubro 2017 | 19h10

A derrota para o Vitória no último domingo, por 3 a 2, em casa, não impediu que o atacante Brenner se destacasse pelo Botafogo. Autor dos dois gols da equipe carioca, ele aproveitou sua primeira oportunidade como titular para mostrar serviço e conquistar a confiança do técnico Jair Ventura.

+ Jair evita criticar Botafogo por revés e admite abalo com drama vivido por Roger

"O centroavante vive de gols e poder ajudar a equipe dessa forma é a obrigação de quem atua na frente. Feliz pelos gols e triste pelo resultado do jogo. Trabalho para isso desde que cheguei ao Botafogo. A oportunidade chegou e estava preparado, com a confiança do grupo e do treinador", declarou nesta quarta-feira.

A alegria do jogador só não foi maior porque a oportunidade surgiu graças à triste notícia do tumor renal de Roger. Apesar da concorrência na posição, Brenner foi só elogios ao titular e explicou que sua comemoração nos gols diante do Vitória, ajoelhado com os dedos em direção ao céu, foi uma homenagem ao colega, que costuma celebrar desta forma.

"Por mais que sejamos da mesma posição, nós temos uma relação muito boa no vestiário. Ele é mais velho e procuro tirar o máximo da experiência do Roger, da sua trajetória. Foi muito importante poder fazer os gols e homenageá-lo. Foi uma homenagem que eu fiz, mas que representa todo grupo do Botafogo", comentou.

Brenner também projetou o próximo compromisso do Botafogo, contra a Chapecoense na próxima quarta, em casa. "Não podemos dar bobeira e temos que estar ligados 100% do tempo. Vamos trabalhar para isso e que possamos buscar a vitória contra a Chapecoense. Temos que ter atenção total com eles. Da mesma forma que estamos brigando na parte de cima, eles estão para fugir lá de baixo", considerou.

Mais conteúdo sobre:
Botafogo

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.