Briga entre torcidas causa uma morte no Paraguai

Confusão aconteceu ao fim do jogo em que o Cerro Porteño venceu o Luqueño por 3 a 1

AE, Agência Estado

21 de outubro de 2010 | 12h53

Um torcedor morreu e mais de 70 foram detidos na noite de quarta-feira, após o encerramento do jogo em que o Cerro Porteño venceu o Luqueño por 3 a 1, válido pelo Torneio Clausura do Campeonato Paraguaio, confirmou nesta quinta-feira o promotor Blas Imas.

O homem que morreu tinha 19 anos e foi vítima de um disparo de arma de fogo enquanto viajava junto com dezenas de torcedores do Cerro, em Capiatá, que fica a cerca de 20 quilômetros de Assunção. Supostamente, uma pessoa em uma moto disparou cinco tiros contra o ônibus, mas as autoridades não sabem se tratava de um torcedor do Luqueño.

Os detidos, a maioria torcedores do Luqueño, estavam aparentemente envolvidos em um confronto com fãs do Cerro após o término do jogo. "As autoridades do futebol paraguaio não entendem que um jogo de alto risco não deve ser disputada à noite, porque a segurança policial se complica. Existem jogos para ser jogado com a luz do dia, para a segurança", disse Imas.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolParaguaitorcidasmorte

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.