Reprodução/Twitter
Reprodução/Twitter

Briga no Recife antes de Santa Cruz x Remo deixa pelo menos três feridos

Torcedores da equipe tricolor entraram em confronto contra membros da torcida do Sport, rival pernambucano

Monica Bernardes, especial para o Estado, O Estado de S.Paulo

08 Julho 2018 | 19h29
Atualizado 08 Julho 2018 | 19h45

Cenas de violência extrema e pancadaria assustaram moradores e pessoas que transitavam nos arredores do estádio Arrudão, no bairro do Arruda, na Zona Norte do Recife, na tarde deste domingo. O confronto entre integrantes de torcidas organizadas do Santa Cruz e do Sport Clube do Recife, aconteceu minutos antes do início da partida entre o próprio Santa Cruz e o Remo, do Pará, pela Série C do Campeonato Brasileiro

+ CBF condena ofensas racistas e sai em defesa de Fernandinho: 'Todos iguais'

+ Fifa adverte croata por comemoração pró-Ucrânia após classificação para semifinal

Pelo menos três homens ficaram feridos, um deles com muita gravidade. De acordo com a Polícia Militar de Pernambuco, viaturas do 11º e do 13º Batalhão de Polícia Militar (BPM) foram acionadas pela população e atuaram no combate às brigas e na tentativa de capturar os agressores, mas até o momento ninguém foi detido.

A presença de torcedores da organizada do Sport em um jogo do Remo no Recife, segundo informações da PM, é explicada por uma “aliança” entre as uniformizadas, já que por conta de conflitos anteriores, a torcida da equipe paraense estaria impedida de entrar no Arrudão. De acordo com moradores da região, caminhando em grupos numerosos, torcedores do Santa Cruz davam gritos de ordem e agrediam “rivais” que encontravam pelo caminho com murros, chutes, pedaços de pedra, madeira e ferro.

Um dos vídeos mostra o momento em que um homem de camisa preta e bermuda azul é cercado por dezenas de torcedores, que o atacaram com murros e chutes. As agressões só param quando policiais conseguem chegar até o local. A vítima aparece estendida no chão com muito sangue na cabeça e aparentemente inconsciente.

De acordo com a Polícia Militar, duas viaturas do SAMU atuaram no atendimento às vítimas. Os três feridos foram encaminhados para o Hospital da Restauração (HR), no bairro do Derby, também no Recife. Um deles teve confirmado traumatismo craniano e não teve a identidade revelada. Ele teria 23 anos. Os dois outros pacientes são Diego Trindade de Araújo, 30 anos - está consciente e sendo acompanhado pela equipe de neurologia - e Leandro Conceição da Silva, 31 anos. 

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.