Briga pela liderança esquente rodada do Campeonato Inglês

Dois pontos à frente do Manchester United, Arsenal busca mais uma vitória diante do Birmigham

Efe,

11 de janeiro de 2008 | 10h58

Arsenal e Manchester United seguem sua briga particular pela ponta do Campeonato Inglês na 22.ª rodada da competição, que acontece neste fim de semana. Veja também: Classificação e jogos da rodada O Arsenal, que retomou a liderança na última rodada e agora aparece com 50 pontos, recebe o Birmingham. A única preocupação do técnico francês Arsene Wenger é a lesão do atacante holandês Robin van Persie, que segue com uma contratura muscular numa coxa. Já o Manchester United, com 48, encara o Newcastle em Old Trafford. O adversário, em crise e ocupando apenas a 11.ª colocação, demitiu o técnico Sam Allardyce no início da semana e tentará um bom resultado. Em Stamford Bridge, o Chelsea precisa de uma vitória diante do Tottenham para não se distanciar dos líderes - tem 44 pontos. Porém, o técnico israelense Avram Grant terá muitos desfalques para a partida. O primeiro deles é o goleiro tcheco Petr Cech, titular absoluto e que segue machucado. Além dele, não atuarão o ucraniano Andriy Shevchenko e ingleses John Terry e Frank Lampard, também lesionados, além dos marfinenses Didier Drogba, Salomon Kalou, o ganês Michael Essien e o nigeriano Obi Mikel, todos se preparando com suas seleções para a Copa Africana de Nações. A responsabilidade de levar o Chelsea à vitória será do alemão Michael Ballack. Após dizer que esteve perto de deixar o futebol, o meia tem comandado a equipe dentro de campo nas últimas partidas. O técnico Grant também aguarda a possível chegada do francês Nicolas Anelka, que está no Bolton e chegaria como solução imediata para o ataque - o setor conta apenas com o peruano Claudio Pizarro no momento. Já o Tottenham chega em meio a um ambiente conturbado, já que a imprensa dá como certa que o técnico espanhol Juande Ramos quer fazer uma "faxina" no elenco. Entre seus alvos estão o goleiro Paul Robinson, da seleção inglesa, e o atacante Jermain Defoe. Os constantes boatos sobre uma eventual saída do atacante búlgaro Dimitar Berbatov, considerado peça fundamental, também preocupam o time, atual 12.º colocado. Ainda no sábado, o Liverpool, quinto colocado com 38 pontos, visita o Middlesbrough, que, segundo a imprensa inglesa, teria contratado o atacante brasileiro Afonso Alves junto ao AZ Alkmaar,da Holanda. O ambiente do espanhol Rafael Benítez, técnico do clube da Terra dos Beatles, também não é nada bom. Durante a semana, o diretor-executivo do Liverpool, Rick Parry, viajou a Nova York para encontrar os americanos George Gillett e Tom Hicks, que adquiriram a equipe recentemente. Enquanto todos achavam que a reunião definiria a saída de Benítez, a pauta foi apenas o planejamento para o novo estádio do clube. Mas o silêncio não é bem visto pela imprensa, que segue afirmando que a equipe está em crise. Alheio à crise do Liverpool está o Manchester City dos brasileiros Elano e Geovanni, que visita o Everton e quer uma vitória para confirmar a terceira posição. Porém, a missão não será nada fácil: o adversário é o sexto na tabela, com 36 pontos - apenas três atrás da equipe.

Tudo o que sabemos sobre:
Campeonato Inglês

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.