Brigões do clássico devem ser punidos

A intenção dos auditores do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) é de punir com rigor os envolvidos na briga ocorrida no Morumbi, durante o jogo Corinthians x Santos, dia 9 de julho, pelo Campeonato Brasileiro. Quatro componentes da 2ª Comissão Disciplinar do STJD vão julgar nesta terça-feira, a partir das 16 horas, os atletas Fábio Costa, Fabiano, Doni, Fábio Luciano e César, além do árbitro da partida, Sálvio Spíndola Fagundes Filho, denunciado por omissão."As sentenças devem servir como lição, para que episódios tão estúpidos não se repitam", disse um dos auditores. Doni e Fábio Luciano, que se transferiu para o futebol turco, podem ser punidos com suspensão de 30 a 90 dias. Os demais jogadores correm o risco de ficar fora de duas a quatro partidas.A situação de Sálvio Spíndola Fagundes Filho também é complicada. Pelo fato de não ter aplicado cartão vermelho a nenhum dos ?brigões? e por ter escrito na súmula que houve apenas um "empurra-empurra" no final do clássico, pode ser afastado de 30 a 90 dias.Falar sobre punição é assunto proibido para Doni. Ele evita comentários, prometendo se pronunciar apenas após a decisão da Justiça Esportiva. Mas está ciente de que não escapará ileso. "Estou esperando e preparado para uma punição severa", disse o goleiro. Outro atleta do Corinthians, o zagueiro César, não acredita em suspensão.

Agencia Estado,

14 de julho de 2003 | 19h05

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.