Nilton Fukuda/Estadão
Nilton Fukuda/Estadão

Britânicos exaltam descontentamento por gastos em eventos esportivos

Jornalista do 'The Guardian' afirma que brasileiros fazem o que britânicos foram incapazes

Renato Machado - Seleção Universitária, O Estado de S. Paulo

21 de junho de 2013 | 12h47

SÃO PAULO - Os protestos espalhados por todo o Brasil há dias estão sendo retransmitidos na imprensa europeia. Na edição desta quinta-feira, 20, o jornal britânico The Guardian publicou uma matéria a favor das manifestações contra os altos gastos nas obras para a Copa do Mundo de 2014. O colunista Simon Jenkins afirma que “os brasileiros estão fazendo o que os britânicos não conseguiram [durante as Olimpíadas de 2012]”.

Jenkins lembra que os protestos não são relacionados à esfera esportiva, mas por melhorias em outras necessidades. Para ele, “[os brasileiros] estão falando a língua das prioridades”. O que ele chama de extravagância esportiva é um resultado de acordos feitos para a realização da Copa do Mundo e dos Jogos Olímpicos. E neste processo de convencimento para hospedar tais torneios, “as cidades sedes são inundadas de promessas sobre o legado dos eventos, mas que todos sabemos ser besteira”. No artigo, o autor ainda parabeniza os manifestantes brasileiros por dizer que, “às vezes, basta o necessário”, o que os britânicos foram incapazes de falar um ano antes, durante os Jogos Olímpicos de Londres.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.