Bronca de Luxemburgo motiva jogadores contra Santos

Treinador ficou irritado com a postura em campo da equipe no domingo, na derrota por 3 a 2 para o Goiás

Agencia Estado

23 de julho de 2008 | 18h18

Os jogadores do Palmeiras entenderam a bronca dada pelo técnico Vanderlei Luxemburgo após a derrota para o Goiás por 3 a 2, na última rodada do Brasileirão, e entram em campo na quinta-feira, contra o Santos, no Palestra Itália, motivados pelas cobranças do treinador.Veja também: Desfalcado, Palmeiras fala em superação contra Santos"A cobrança precisa ser forte quando não jogamos bem. E é preciso acontecer esse tipo de conversa. A derrota pesa e a gente precisa sentir isso de perto. Mas não podemos nos acovardar. Já provamos inúmeros vezes que temos time para chegar longe. Somos campeões paulistas. É preciso reagir e manter uma seqüência", explicou o atacante Lenny, que deve ser titular na partida contra o Santos.Para o atacante Alex Mineiro, os erros cometidos na derrota para o Goiás devem ser superados para que o Palmeiras apresente o mesmo futebol do Campeonato Paulista. "Estamos apresentando muitos erros e eles devem servir de lição. A cobrança para quem perde do jeito que a gente perdeu é necessária, mas cada jogador precisa colocar em campo toda sua capacidade para fazer com que o time volte a apresentar aquele mesmo futebol do primeiro semestre. Elenco e estrutura para isso nós temos", afirmou o artilheiro da competição, com oito gols.SEM PALAVRASLuxemburgo evitou falar com a imprensa após o treino da tarde desta quarta-feira na Academia de Futebol da Barra Funda. Com isso, ele não fez nenhum comentário sobre a atitude da diretoria do clube, que não divulgou que tipo de punição foi aplicada aos jogadores Kléber e Denilson, expulsos na partida de domingo contra o Goiás.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.