Bruno aceita desculpas de Barcos após críticas

O goleiro Bruno avisou que os problemas que teve com o atacante Barcos após o jogo de domingo contra o Vasco já foram superados. O argentino reclamou bastante do gol sofrido pelo companheiro no empate por 1 a 1 pelo Campeonato Brasileiro, na cobrança de falta de Juninho Pernambucano.

AE, Agência Estado

19 de junho de 2012 | 16h27

"O Barcos veio ontem (segunda-feira) conversar comigo. Pediu desculpas e está tudo bem. Nunca tivemos problema e não será isso que vai atrapalhar nosso bom ambiente", disse Bruno ao site do clube. "Tudo que é feito dentro das quatro linhas é para melhorar, para evoluir, mesmo que seja com cobranças."

Se Bruno não levar nenhum gol na partida de quinta-feira contra o Grêmio, na Arena Barueri, o Palmeiras chegará à final da Copa do Brasil - como venceu o jogo de ida por 2 a 0, o time pode até perder por um gol de diferença para avançar.

"Construímos uma boa vantagem, mas vamos querer usá-la somente no final do jogo. Temos que entrar em campo do mesmo jeito, marcando bastante e saindo para o jogo", avisou o goleiro. "O Grêmio certamente deverá ir mais para o ataque, mas esperamos não sofrer gols."

Bruno sabe da responsabilidade que esse grupo tem e pede o apoio da torcida alviverde. "O Palmeiras não chega a uma decisão de competição nacional há 12 anos, desde a Copa dos Campeões de 2000, quando o Murtosa era o treinador. Queremos muito e vamos fazer de tudo para alcançar esse objetivo."

Tudo o que sabemos sobre:
futebolPalmeirasBrasileirão

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.