Renata Lutfi/Divulgação
Renata Lutfi/Divulgação

Bruno admite vontade de revanche no São Paulo para clássico

Lateral pede postura ofensiva da equipe para enfrentar o Palmeiras

Ciro Campos, O Estado de S. Paulo

24 de junho de 2015 | 16h57

O São Paulo iniciou nesta quarta-feira a preparação para o clássico com o Palmeiras, no domingo, ainda sentido pela dura derrota para o rival no último encontro. O lateral-direito Bruno admitiu que os 3 a 0 sofridos no Campeonato Paulista, em março, ainda são lembrados e servem de aprendizado na preparação para o novo encontro.

"É claro que o outro jogo ainda mexe. A gente vem trabalhando para fazer uma boa partida. Sabemos que para um clássico as equipes se estudam muito e no Paulistão a gente perdeu um companheiro muito cedo. Isso nos complicou", disse o jogador. Na derrota são-paulina, o zagueiro Rafael Toloi foi expulso aos sete minutos por ter agredido o palmeirense Dudu.

Três meses depois, as equipes vão se reencontrar novamente no Allianz Parque e em condições opostas na tabela. O São Paulo briga pela liderança do Campeonato Brasileiro, enquanto o Palmeiras tenta sair da metade de baixo da classificação. Ambas as equipes trocaram recentemente de técnico e tanto Juan Carlos Osorio como Marcelo Oliveira vão trabalhar pela primeira vez em um clássico.

"A gente tem que tirar lições do último jogo para melhorar e desempenhar um bom futebol", comentou Bruno. O lateral do São Paulo garantiu que a equipe não vai ficar na defesa, mesmo como visitante. "Não podemos recuar muito. Temos de jogar de igual para igual. Somos qualificados, o grupo é bom e estamos trabalhando nisso".

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.