Rafael Ribeiro/Vasco.com.br
Rafael Ribeiro/Vasco.com.br

Bruno César reclama do calor no Rio, mas celebra estreia pelo Vasco

Meia entrou no segundo tempo em vitória da equipe sobre a Portuguesa-RJ, pela Taça Guanabara

Redação, Estadão Conteúdo

30 de janeiro de 2019 | 19h29

Melhor campanha da Taça Guanabara e classificado de forma antecipada para a semifinal, o Vasco já começa a desenhar o time titular da temporada. Nesta quarta-feira, o técnico Alberto Valentim aproveitou a vitória por 1 a 0 contra a Portuguesa para promover a estreia de Bruno César, contratado recentemente e que já assumiu a camisa 10. O jogador entrou no comecinho do segundo tempo e sentiu o forte calor de Bangu, no Rio de Janeiro.

"Difícil, né? A gente jogar num horário desse, me falaram que era muito quente mesmo e a gente comprovou isso hoje. Ainda mais para mim, que sai de Portugal e já vim pra jogar numa temperatura dessas. Mas faz parte, esse é só o primeiro jogo. Estava tudo nos planos da fisiologia, do treinador, então está tudo certo, isso que importa".

O Vasco entrou em campo às 17 horas, debaixo do forte sol do Rio de Janeiro. Ainda assim, Yago Pikachu conseguiu abrir o placar logo no começo do jogo, aos 14 minutos, em cobrança de pênalti. A Portuguesa chegou a dar alguns sustos, mas em geral o goleiro Fernando Miguel pouco trabalhou. Bruno César se movimentou bastante no segundo tempo, mas não conseguiu brilhar com um gol logo na estreia.

O meia chegou a brincar sobre uma bola que passou muito perto, em um chute forte, mas que saiu por cima da meta. "Às vezes, a gente chuta, né? (risos). Teve uma outra bola que eu tive a oportunidade de chutar, mas o importante é sempre servir o melhor companheiro e o Vasco sair com a vitória". O próximo compromisso é o clássico com o Fluminense no sábado, às 19 horas, no Mané Garrincha, em Brasília (DF).

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.