Bruno Corrêa projeta retorno ao Botafogo no próximo domingo

Bruno Corrêa projeta retorno ao Botafogo no próximo domingo

Atacante chegou do Al-Nasr no meio do ano, mas disputou apenas dois jogos por conta de problemas físicos e de saúde

Estadão Conteúdo

28 de outubro de 2014 | 09h54

O atacante Bruno Corrêa chegou ao Botafogo no meio deste ano, mas poucos torcedores devem lembrar do jogador em campo com a camisa da equipe carioca. Não por acaso. Ele disputou apenas duas partidas e se machucou. Afastado, foi submetido ao tratamento para se recuperar de uma tendinite crônica e foi também submetido a cirurgias de apêndice e hérnia.

Passada a sequência de problemas físicos, o jogador retomou os trabalhos físicos e nesta terça-feira enfim voltará a treinar ao lado dos demais companheiros. Mas, mesmo com pouco tempo para recuperar o ritmo, Bruno Corrêa já espera reforçar o time na próxima rodada, contra o líder Cruzeiro, domingo, no Mineirão.

"Estou 100% e enquanto o time estava viajando eu estava cuidando da parte física. Estou feliz em poder voltar a treinar com o grupo e estar à disposição do Mancini. Quem sabe posso ser titular no próximo jogo contra o Cruzeiro? Vou trabalhar e treinar para isso", declarou o atacante, que jogou pelo Al Nasr, dos Emirados Árabes, antes de chegar ao time carioca.

Após desembarcar no Botafogo, o atacante fez sua estreia no duelo contra o Ceará, pela Copa do Brasil, no fim de agosto. E, na partida seguinte, contra o Santos, pelo Brasileirão, acabou se lesionando. "Ficar longe dos gramados é ruim, ainda mais nesse ano complicado pra mim por causa das lesões que eu tive. Fazia tempo que não vinha jogando."

A ausência forçada, em razão dos problemas de saúde, aumentaram a angústia do jogador, preocupado com a situação do Botafogo no Brasileirão. "É ruim para um atleta quando você tem qualidade para ajudar o grupo dando o seu máximo, ainda mais sabendo a situação do clube. Agora já estou 100% no meu lado psicológico, até porque temos uma missão complicada em sete jogos e vai ser muito difícil, mas temos totais condições de reverter isso e conseguir sair da zona de rebaixamento."

Em grave crise financeira, o Botafogo sofre também dentro de campo. O time ocupa a 17ª colocação e figura dentro da zona de descenso. No entanto, tenta aproveitar a confiança conquistada na vitória sobre o Flamengo, no sábado passado, para iniciar a recuperação nesta reta final do Brasileiro.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.