Bruno é a esperança do Grêmio no Maracanã

O Grêmio deposita nos pés do armador Bruno, que volta ao time depois de um afastamento de 12 dias, por contusão, a esperança de vencer o Flamengo nesta quarta-feira, no Maracanã, se classificar para as semifinais da Copa do Brasil, e afastar a crise que ronda o Olímpico e ameaça o cargo do técnico Adílson Batista. Nas partidas em que o jogador esteve fora, o time foi mal, tanto que perdeu para o Flamengo, por 1 a 0, no jogo de ida, e empatou com o Botafogo por 2 a 2, em casa, pelo Brasileiro. Adílson, que não repete o mesmo esquema por dois jogos seguidos e com isso consegue confundir a todos, inclusive os gremistas, passou a ser contestado pela torcida. Além de Bruno, o time conta com a volta do zagueiro Claudiomiro, recuperado de um problema muscular. O fracasso do esquema 4-3-3 usado contra o Botafogo deve levar Adílson de volta ao 3-5-2. Uma vitória gaúcha por 1 a 0 leva a decisão da vaga para os pênaltis. Qualquer outra vitória garante o Grêmio nas semifinais. O empate classifica o Flamengo, enquanto que qualquer vitória carioca coloca o time da Gávea na próxima fase.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.