Alexandre Vidal/Flamengo
Alexandre Vidal/Flamengo

Bruno Henrique brilha com 2 gols e comanda virada do Flamengo sobre o Botafogo

Atacante ex-Santos entra no segundo tempo e garante triunfo do time de Abel Braga

Ricardo Magatti, especial para a AE, Estadão Conteúdo

26 Janeiro 2019 | 19h21

Estreante do dia, o atacante Bruno Henrique, recém-contratado pelo Flamengo, não demorou a mostrar seu cartão de visita aos torcedores e, com dois gols, comandou a vitória de virada do time sobre o Botafogo por 2 a 1 neste sábado, no Engenhão, em duelo da terceira rodada da Taça Guanabara, o primeiro turno do Campeonato Carioca.

Em seus primeiros minutos com a camisa do Flamengo, Bruno Henrique, que entrou na vaga de Vitinho no início do segundo tempo, participou ativamente das jogadas de ataque e mostrou estrela ao marcar dois belos gols, mudando o jogo a favor da equipe rubro-negra, que chegou a ser dominado pelo rival em parte da primeira etapa.

Apresentado nesta semana, o atacante precisou de sete minutos para mudar o jogo. Neste período, marcou um gol de cabeça e mostrou oportunismo em arremate de dentro da área que definiu o placar.

O segundo triunfo no torneio eleva o time de Abel Braga à liderança do Grupo C, agora com sete pontos, um a mais que o Boavista, que perdeu o posto após ser derrotado pelo Bangu neste sábado. Ainda sem vencer, o Botafogo começa mal o torneio e é o lanterna da chave, com apenas um ponto somado.

Na etapa inicial do primeiro clássico carioca do ano, sobraram erros, fruto do desentrosamento normal de começo da temporada. O Flamengo tomou a iniciativa diante de um Botafogo retraído, razoavelmente bem postado e que se armou para sair nos contra-ataques.

Apostando demais nos cruzamentos e com dificuldades de furar o bloqueio defensivo do rival, o Flamengo desperdiçou as poucas chances que teve e foi castigado aos 24 minutos. Jean arriscou o chute da entrada da área, a bola desviou no meio do caminho no pé de João Paulo e entrou. Após o gol, o time alvinegro se empolgou e ficou perto de ampliar com o arremate forte de Alex Santana, defendido por Diego Alves.

O rumo da partida mudou completamente no segundo tempo a partir da entrada de Bruno Henrique. Insatisfeito com Vitinho, muito criticado pela torcida rubro-negra, Abel colocou Bruno Henrique em campo e o estreante do dia não desapontou. O atacante ex-Santos não precisou de muito tempo para mostrar entrosamento, oportunismo e capacidade de finalização para alterar o panorama do jogo e se transformar no protagonista da partida logo em sua estreia.

Com Bruno Henrique, o maior volume de jogo do Flamengo no primeiro tempo se transformou em gols na etapa final. Aos 18, após cobrança de escanteio da esquerda de Éverton Ribeiro, Bruno Henrique subiu na primeira trave e desviou para o gol. Sete minutos depois, o atacante aproveitou a rebatida ruim da zaga adversária e finalizou de direta, forte, no canto esquerdo de Gatito, para colocar o Flamengo na frente do placar.

A virada não foi desfeita e o time de Abel Braga conseguiu segurar o resultado sem muito esforço, isto porque o Botafogo, carente de um armador para acionar os atacantes após a saída de João Paulo ainda no primeiro tempo por lesão, pouco criou e dependeu de algumas estocadas de Erik. O desgaste físico também atrapalhou a equipe de Zé Ricardo na busca pelo empate e o time alvinegro segue sem vencer no Estadual.

O Flamengo tem pouco tempo para treinar e volta a campo já na próxima terça-feira, às 21 horas, para enfrentar o Boavista no Maracanã. Na quinta-feira, o Botafogo busca sua primeira vitória no torneio diante do Resende, no Engenhão, às 20 horas.

FICHA TÉCNICA:

BOTAFOGO 1 X 2 FLAMENGO

BOTAFOGO - Gatito Fernández; Marcinho, Marcelo Benevenuto, Gabriel e Jonathan (Lucas Barros); Jean (Rodrigo Pimpão), Alex Santana, João Paulo (Alan Santos) e Luiz Fernando; Erik e Kieza. Técnico: Zé Ricardo.

FLAMENGO - Diego Alves; Pará, Rhodolfo, Rodrigo Caio e Renê; Cuéllar, Willian Arão, Diego (Piris da Motta), Everton Ribeiro e Vitinho (Bruno Henrique); Uribe (Gabriel). Técnico: Abel Braga.

GOLS - João Paulo, aos 24 minutos do primeiro tempo. Bruno Henrique, aos 18, e aos 25 minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO - Mauricio Machado Coelho Junior.

CARTÕES AMARELOS - Alex Santana (Botafogo); Diego e Bruno Henrique (Flamengo).

RENDA - R$ 391.846,00.

PÚBLICO - 5.314 pagantes (6.268 presentes).

LOCAL - Engenhão, no Rio.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.