Alexandre Vidal / Flamengo
Alexandre Vidal / Flamengo

Bruno Henrique faz críticas ao Santos e prevê disputa por vaga com Vitinho

Atacante deixou o clube paulista em meio a complicada negociação para reforçar o Flamengo

Redação, Estadão Conteúdo

24 de janeiro de 2019 | 17h29

Mais novo reforço do Flamengo para a temporada, Bruno Henrique foi oficialmente apresentado nesta quinta-feira. Após uma tumultuada negociação com o Santos, em que a diretoria rubro-negra chegou a dizer que havia desistido do acordo, o jogador assinou contrato por três temporadas, até o fim de 2021.

Em suas primeiras palavras na nova casa, Bruno Henrique se defendeu das críticas por não ter atuado na estreia do Santos no Campeonato Paulista. O técnico Jorge Sampaoli esperava contar com o jogador diante da Ferroviária, no sábado, mas ele não se apresentou para a partida, justamente por já ter a negociação definida com o Flamengo.

"Sinto que saí do Santos pela porta da frente. Onde já se viu um jogador ser vendido e o clube não comunicar o treinador? Eu era funcionário do Santos, todo mundo sabia que eu estava vendido e cabia ao presidente falar com o treinador. Ia jogar vendido? Por isso, não acho que saí pelas portas do fundo. Saí porque a negociação já estava feita. Criaram este problema todo em cima de mim", declarou nesta quinta.

Para acertar com Bruno Henrique, o Flamengo desembolsou R$ 23 milhões. O jogador chega para reforçar um setor ofensivo já estrelado, com nomes como Diego, Everton Ribeiro, Gabriel e Arrascaeta. Mas é com Vitinho que ele acredita que disputará vaga entre os titulares, uma vez que ambos possuem características semelhantes e gostam de jogar pelo lado esquerdo do campo.

"Vai ser uma dor de cabeça para o Abel. Vim para somar, independentemente de quem ele escolher. Vou estar sempre pronto, e que seja uma disputa sadia. Sei que o Vitinho é um grande jogador e joga por aquele setor. Tem o Arrascaeta também. Então, quem ganha com isso é o Flamengo", considerou.

No time rubro-negro, o atacante também reencontrará Gabriel, com quem atuou no Santos no ano passado. "Conheci o Gabriel há pouco tempo e já o considero um irmão. Tivemos uma afinidade e uma amizade muito grandes. Poder trabalhar novamente com ele é muito importante. É um cara do bem, com bom caráter. Agora, estamos no Flamengo para dar alegrias ao torcedores."

Bruno Henrique vinha trabalhando normalmente no Santos e, por isso, garantiu estar pronto para estrear no clássico de sábado diante do Botafogo, no Engenhão, pela terceira rodada da Taça Guanabara. "Estou bem fisicamente. Vinha treinando, fiz todos os testes físicos. Fiquei só um dia sem treinar, e ainda assim fiz algumas coisas na academia do prédio. Já estou apto a jogar e espero que seja sábado."

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.