Ivan Storti/Santos FC
Ivan Storti/Santos FC

Bruno Henrique já treina, mas deve demorar a estrear pelo Santos

Atacante será apresentado nesta segunda-feira, mas terá pelo menos mais duas semanas de treinamentos

Estadão Conteudo

05 Fevereiro 2017 | 20h42

Ainda vai demorar para o atacante Bruno Henrique fazer a sua estreia pelo Santos. Último reforço a chegar ao clube para a temporada 2017 - foi contratado do Wolfsburg, da Alemanha -, o jogador não deve entrar em campo pelo clube da Vila Belmiro em menos de duas semanas.

Bruno Henrique fez o primeiro treinamento no seu novo clube no último sábado - o domingo foi de folga para o elenco. E ele terá de realizar um trabalho de recondicionamento para ficar à disposição do técnico Dorival Junior para fazer a sua estreia pelo Santos.

A demora na negociação entre Santos e Wolfsburg levou Bruno Henrique a perder toda a pré-temporada do clube. Além isso, o atacante entrou em campo pela última vez em outubro de 2016. Por isso, ele precisará recuperar o condicionamento físico antes de ser liberado para realização de atividades sem restrições.

A situação é parecida com a vivida pelo atacante Ricardo Oliveira, que ficou de fora de boa parte da pré-temporada do Santos por causa de uma caxumba. Independentemente disso, o torcedor poderá ver Bruno Henrique vestir a camisa do clube nesta segunda-feira, quando ele será apresentado oficialmente como reforço.

A demora para ficar à disposição de Dorival pode dificultar o desejo de Bruno Henrique de ser titular do Santos em 2017. Afinal, o setor ofensivo do Santos começou a temporada em alta com a goleada por 6 a 2 sobre o Linense, na última sexta-feira, na abertura do Campeonato Paulista. E concorrentes na luta pela titularidade foram à rede, como Vitor Bueno, Arthur Gomes e Thiago Ribeiro.

Após impressionar em sua estreia no Paulistão, o Santos volta a treinar nesta segunda-feira no CT Rei Pelé. O time intensificará a preparação para o seu próximo compromisso, agendado para domingo, quando duelará com o Red Bull Brasil, no estádio do Pacaembu.

Mais conteúdo sobre:
Santosfutebol

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.