Werther Santana/Estadão
Werther Santana/Estadão

Bruno Henrique marca nos acréscimos e garante vitória suada do Palmeiras

Time alviverde faz 3 a 2 sobre o Atlético-MG e sobe na tabela do Campeonato Brasileiro

Matheus Lara, O Estado de S.Paulo

22 de julho de 2018 | 18h00

O Palmeiras entrou em campo animando sua torcida com um gol relâmpago, viu o Atlético-MG empatar duas vezes e só nos 48 minutos do 2º tempo pôde deixar seu torcedor aliviado neste domingo, no Allianz Parque, na vitória por 3 a 2. Em jogo equilibrado, Moisés e Bruno Henrique, este duas vezes, marcaram pelos alviverdes, enquanto Luan e Chará balançaram as redes pelos visitantes alvinegros.

+ AO VIVO - Veja como foi o jogo, lance a lance

+ TABELA - Veja como fica a classificação do Brasileirão

A vitória faz o Palmeiras subir na tabela do Brasileirão. Agora com 23 pontos, alcança o rival deste domingo, que segue tentando se aproximar de Flamengo, com 30, e São Paulo, com 29, isolados nas primeiras posições.

Para o torcedor palmeirense, a vitória sobre o Atlético-MG ainda marcou o fim de um jejum de mais de três anos sem ver seu time fazer um gol de falta. O último tinha sido em 28 de fevereiro de 2015, quando Robinho marcou contra o Capivariano.

No Allianz, o Palmeiras aproveitou uma falha bizarra de Juninho, aos 2 minutos do 1º tempo, para sair na frente. O zagueiro furou na frente de Moisés, que roubou a bola e chutou na saída de Victor. Três minutos depois, Moisés aproveitou uma sobra após cobrança de escanteio de Scarpa e acertou o travessão de fora da área. No rebote, Bruno Henrique chutou para fora.

O início de jogo fulminante do Palmeiras fez o Atlético-MG se fechar. O Palmeiras aproveitou. Dominou a primeira meia-hora de jogo, finalizou mais e conseguiu chegar com mais perigo. Aos 22, em mais uma falha de Juninho, Dudu pegou a bola e, de frente com Victor, tentou marcar por cobertura, mas o goleiro desviou e evitou o gol.

Os mineiros demoraram para achar espaço, mas a partir dos 30 minutos começaram a levar perigo para os paulistas. Apostando na troca rápida de passes, chegou com perigo com Ricardo Oliveira, Fábio Santos e Luan, mas Weverton evitou o empate.

No segundo tempo, o Atlético viu o Palmeiras recuar e mostrou que poderia se impor na partida. Aos 5 minutos, Weverton rebateu cabeçada de Matheus Galdezani, e Luan aproveitou para empatar. O duelo se equilibrou, com as duas equipes trocando passes no meio campo, tentando chegar à frente, mas com dificuldades de passar dos marcadores. 

Aos 30 do 2º tempo, em cobrança de falta perto da meia-lua, Bruno Henrique colocou o Palmeiras na frente, mas a vantagem durou pouco tempo. Cinco minutos depois, Elias ajeitou para Chará, da entrada da área, acertar uma bomba à direita de Weverton e mais uma vez empatar.

O Atlético ainda buscou a virada, pressionou, mas foi o Palmeiras, mais uma vez numa jogada de bola parada, que saiu vitorioso. Aos 48 minutos do 2º tempo, Deyverson ajeitou de cabeça para Bruno Henrique, também de cabeça, definir o placar a favor dos mandantes.

PALMEIRAS 3 X 2 ATLÉTICO-MG

Palmeiras: Weverton; Marcos Rocha, Antônio Carlos, Edu Dracena e Diogo Barbosa; Felipe Melo (Deyverson), Bruno Henrique, Moisés e Scarpa (Hyoran); Dudu (Jean) e Willian. Técnico: Roger Machado.

Atlético-MG: Victor; Patric, Gabriel, Juninho e Fábio Santos; José Welison, Elias (Tomás Andrade), Matheus Galdezani (Lucas Cândido) e Luan (Terans); Chará e Ricardo Oliveira. Técnico: Thiago Larghi. 

Gols: Moisés, aos 2' do 1º tempo; Luan, aos 5', Bruno Henrique, aos 30', Chará, aos 35' e Bruno Henrique, aos 48' do 2º tempo.

Árbitro: Péricles Bassols (PE).

Cartão vermelho: Matheus Galdezani.

Cartões amarelos: Moisés, Luan, Terans e Edu Dracena.

Público: 29.246.

Renda: R$ 1.907.270,12.

Local: Allianz Parque.

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.