Cesar Greco/Ag. Palmeiras
Cesar Greco/Ag. Palmeiras

Bruno Henrique revela ter recebido apoio depois de perder pênalti

Volante do Palmeiras se recupera de decepção vivida na Copa Libertadores e se mantém como titular do técnico Cuca

Ciro Campos, O Estado de S. Paulo

01 de setembro de 2017 | 19h42

A eliminação na Copa Libertadores virou passado para o volante Bruno Henrique, do Palmeiras. Após perder pênalti na decisão por vaga nas quartas de final contra o Barcelona, Equador, o jogador contou nesta sexta-feira ter recebido apoio da diretoria, de torcedores e da família para não ficar abalado com a cobrança defendida pelo goleiro Banguera.

Bruno Henrique e o lateral Egídio foram os dois palmeirenses a terem desperdiçado os chutes. O volante, porém, já voltou a atuar na equipe titular, enquanto colega tem sido preservado pelo técnico Cuca. "Depois do pênalti você fica muito mal, não quer nem sair de casa, até por tudo o que o torcedor esperava. Foi uma coisa bem ruim. Mas eu bati o pênalti da forma como treino", contou.

O jogador disse não estar mais abatido com a situação e continua como titular do técnico Cuca. Nesta sexta-feira, por exemplo, Bruno Henrique atuou na formação principal no jogo-treino contra o Red Bull. O resultado foi 1 a 1. "O time está confiante. É normal que a equipe venha se consolidando depois da vitória no clássico com o São Paulo. A semana de treinos está sendo muito produtiva para nós", afirmou.

O elenco palmeirense vai ganhar folga no sábado e domingo. O time se reapresenta somente na tarde de segunda-feira, quando volta ao treinos. O próximo compromisso da equipe é no sábado, dia 9, contra o Atlético-MG, em Belo Horizonte, pelo Campeonato Brasileiro.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.