Érico Leonan / São Paulo
Érico Leonan / São Paulo

Bruno Peres se diz pronto para assumir lugar de Militão no São Paulo

Novo lateral-direito tricolor será titular diante do Sport, neste domingo, na Ilha do Retiro

Renan Cacioli, O Estado de S. Paulo

11 Agosto 2018 | 11h00

Depois de três jogos para "esquentar", chegou a hora de Bruno Peres assumir a condição de lateral-direito titular do São Paulo na vaga deixada por Éder Militão, que foi embora rumo ao Porto-POR. Contratado da Roma-ITA por empréstimo até dezembro de 2019, o jogador está pronto e à disposição do técnico Diego Aguirre para ser escalado pela primeira vez em sua posição de origem desde o apito inicial. Será neste domingo, contra o Sport, às 16h, na Ilha do Retiro, pela 18ª rodada do Campeonato Brasileiro.

"Estou preparado para tentar corresponder à altura. Já fiz algumas partidas, estou contente aqui e quero mostrar que posso agregar ao grupo. Espero dar sequência ao trabalho do time", disse o camisa 15, ao site oficial do clube.

Há quase um mês no São Paulo, o atleta fez um trabalho de condicionamento físico para estar 100% pronto caso Militão fosse realmente deixar o Morumbi – o então titular ainda não havia sido negociado na ocasião. A estreia veio no dia 29 de julho, na vitória sobre o Cruzeiro (2 a 0), no Mineirão, ao entrar no decorrer da partida como ponta direita. Depois, atuou como volante diante do Colón (0 a 1), pela Sul-Americana. Já no último final de semana, no triunfo sobre o Vasco por 2 a 1 que valeu a liderança do Campeonato Brasileiro, o jogador herdou o lugar de Militão no segundo tempo.

"Foi importante disputar estas partidas anteriores antes da saída do Militão, porque consegui conhecer melhor os meus novos companheiros e fiz parte do trabalho desenvolvido pela comissão técnica. Então, agora, estou pronto para assumir a posição. Estou adaptado ao grupo e mais entrosado", emendou.

Embalo. Líder do Brasileirão, com 35 pontos, o São Paulo encara um adversário que ocupa atualmente a 12ª colocação, com 20. A ideia é tentar abrir distância dos principais perseguidores, Flamengo (34) e Internacional (32). Confira a tabela completa aqui.

"O trabalho tem sido bem feito, e que seja assim nos próximos jogos. Temos que conquistar um resultado positivo para manter o clube no topo da tabela", finalizou o lateral.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.