Bruno Rodrigo diz que derrota do Cruzeiro foi injusta: 'Fomos superiores'

Para zagueiro, time estranhou gramado sintético no início

Estadão Conteúdo

30 Outubro 2016 | 08h30

O zagueiro Bruno Rodrigo acredita que o Cruzeiro foi melhor do que o Atlético Paranaense e a derrota por 1 a 0 no placar na Arena da Baixada, em Curitiba, não reflete a partida. O jogador disse que o time mineiro teve boas chances de marcar e não merecia ter saído de campo sem pontuar.

"A gente merecia um resultado melhor, um empate ou até três pontos. Começamos estranhando o gramado (sintético), que é bastante diferente e rápido. Depois da metade do primeiro tempo, conseguimos controlar o jogo. No segundo tempo foi superioridade nossa. O time do Atlético teve chances, é normal, mas fomos superiores e tivemos chances para marcar para o gol", analisou o zagueiro.

Bruno Rodrigo, inclusive, teve uma das melhores chances do Cruzeiro para evitar a derrota. Nos acréscimos da partida, ele cabeceou a bola no travessão do goleiro Weverton. "É aquela pressão final de jogo, quando tivemos oportunidades claras. Infelizmente, não conseguimos fazer o gol. Acho que foi um resultado injusto. O mais certo mesmo acho que seria o empate", lamentou.

O resultado mantém o Cruzeiro ameaçado pelo rebaixamento. O time mineiro ocupa a 13.ª colocação, com 41 pontos, a cinco de distância do Vitória, o 17.º, que abre o grupo dos quatro piores colocados. Pelo Brasileirão, volta a campo no próximo domingo, dia 6, quando recebe o Fluminense, no estádio do Mineirão, em Belo Horizonte.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.