Santos FC/Site oficial
Santos FC/Site oficial

Bryan Ruiz usará a camisa 22 e Gabriel vai seguir com a 10 no Santos

Em sua apresentação, em julho, meia costarriquenho recebeu do clube a camisa que foi de Pelé

Estadão Conteúdo

07 Agosto 2018 | 15h09

Apresentado com a camisa 10, Bryan Ruiz vai vestir outro número pelo Santos, provavelmente pela primeira vez nesta quarta-feira, quando o time enfrentará o Ceará, no Estádio Presidente Vargas, em duelo antecipado da 20ª rodada do Campeonato Brasileiro. O costarriquenho utilizará a partir deste confronto o número 22.

+ Bryan Ruiz é relacionado e deve estrear pelo Santos contra o Ceará

Em busca de um meia para resolver o problema de falta de criatividade do seu time, o Santos apresentou Bryan Ruiz em 11 de julho e lhe entregou a camisa 10. O problema é que a equipe já tinha um "dono" desse número, o atacante Gabriel Barbosa, que retornou à Vila Belmiro meses antes.

Nesta terça-feira, então, o técnico Cuca relacionou Bryan Ruiz para o duelo com o Ceará e o Santos divulgou nota em que afirma ser o meia da Costa Rica o "novo camisa 22" do clube. Assim, ele vai usar um número que estava vago após a saída do lateral Caju, que se transferiu recentemente para o cipriota APOEL, enquanto Gabriel continuará com o 10.

"Estou bem feliz por estar viajando com a equipe. Já venho treinando com meus companheiros há algum tempo. Tenho trabalhado muito forte para estar bem fisicamente. Já estou adaptado, meus companheiros me receberam muito bem, são boas pessoas e grandes jogadores. Espero muito poder ajudar dentro de campo para que a gente consiga voltar para Santos com a vitória", afirmou, ao site oficial do Santos, Ruiz, que deverá ficar como opção no banco de reservas contra o Ceará.

O meia da Costa Rica adotou um discurso otimista e previu que o Santos logo deixará a zona de rebaixamento do Brasileirão. "Sabemos que a equipe não está em um melhor momento. Mas temos um bom elenco. Os resultados não estão mostrando tudo que temos apresentado nos treinos. Só temos que continuar fazendo as coisas da forma correta e ir em busca da vitória", disse.

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.