Washington Alves/ Cruzeiro
Washington Alves/ Cruzeiro

Bryan se diz preparado para substituir Diogo Barbosa na lateral do Cruzeiro

Lateral-esquerdo garante que está pronto para assumir a posição já neste domingo

Estadao Conteudo

18 Novembro 2017 | 15h54

Com a saída de Diogo Barbosa para o Palmeiras, o lateral-esquerdo Bryan, exaltado pelo técnico Mano Menezes, garante que está pronto para assumir a posição já neste domingo, quando o Cruzeiro enfrenta o Vitória, no estádio Barradão, em Salvador, pela 36.ª rodada, e nos outros dois jogos da equipe no Campeonato Brasileiro.

+ Mano confirma quatro mudanças e brinca sobre perda de Diogo Barbosa

+ Palmeiras confirma a contratação do lateral-esquerdo Diogo Barbosa

"Estou preparado e creio que tenho potencial, por isso que estou no Cruzeiro. Mas claro que tenho que dar um algo a mais. O Diogo Barbosa é um jogador que fez uma grande temporada, que se destacou no nosso elenco, que se destacou na Copa do Brasil com o título e agora, na saída dele, fica a minha responsabilidade de dar sequência e fazer o meu melhor", afirmou o jogador.

Garantido por Mano Menezes nas últimas partidas mesmo se Diogo Barbosa permanecesse, por conta do planejamento que o treinador fez, Bryan quer aproveitar esses minutos em campo para se firmar como titular da lateral esquerda do time mineiro.

"Esses três jogos que ainda restam na temporada serão definitivos. Amanhã (domingo) dentro de campo também vou dar o meu máximo e buscar agarrar mais uma oportunidade, para iniciar o ano de 2018, ano de muitas competições, de Libertadores, como titular, se Deus quiser", disse.

Com o bom desempenho de Diogo Barbosa, especialmente na campanha vitoriosa na Copa do Brasil, Bryan teve poucas oportunidades para mostrar seu futebol em 2017. Esteve em campo apenas 13 vezes em toda temporada. No Brasileirão, atuou em seis jogos. Já garantido na Copa Libertadores por ter vencido a Copa do Brasil, o Cruzeiro é o quinto colocado, com 55 pontos.

Mais conteúdo sobre:
futebol Cruzeiro Esporte Clube

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.