Érico Leonan/Divulgação
Érico Leonan/Divulgação

Buffarini espera vitória no clássico para ajudar o São Paulo

Lateral pede os três pontos para que time saia de situação incômoda no Campeonato Brasileiro

O Estado de S. Paulo

11 Outubro 2016 | 07h00

O lateral-direito Buffarini, que pode ser escalado no lado esquerdo do São Paulo no clássico contra o Santos, sabe que a situação da equipe no Campeonato Brasileiro é incômoda, mas espera que o time consiga a vitória na quinta-feira para poder aos poucos se afastar da zona de rebaixamento na competição.

"O mais importante é que o São Paulo depende de si para sair desta situação. Temos de entrar quinta-feira sabendo que precisamos dos três pontos, para ficar tranquilos no fim do ano e depois, na próxima temporada, buscar coisas que o São Paulo merece: os primeiros lugares", afirmou o argentino.

Ele leva como exemplo uma situação semelhante que viveu em seu antigo clube. "No San Lorenzo, nós tivemos uma situação pior do que essa e conseguimos a reviravolta. Tenho certeza de que conseguiremos sair disso, pelo que vejo nos meus companheiros e na torcida. Depois, poderemos ter um ano totalmente diferente em 2017", comentou.

Buffarini sabe que a torcida está na bronca, pela campanha ruim no Brasileirão e eliminação precoce na Copa do Brasil, mas quer aproveitar seu primeiro clássico com a camisa do São Paulo para ajudar o time a vencer e sair desta situação incômoda no campeonato nacional.

"É normal a torcida ficar incomodada com essa situação, porque é feio estar nessa situação para um clube tão grande. Somos responsáveis. Sabemos que a torcida vai apoiar quinta-feira, como sempre, mas temos de estar comprometidos para fazer um bom jogo e deixar tudo em campo, para conseguir os três pontos tão importantes", concluiu.

Notícias relacionadas
Mais conteúdo sobre:
São Paulo Futebol Clube Futebol Bufarini

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.