Buffon diz que Itália pode vencer Brasil e Espanha

A Itália enfrentará o Brasil neste domingo, pela Copa das Confederações, sabendo que nem mesmo a vitória garante o time nas semifinais. Empatada com o Egito, que enfrentará os Estados Unidos, a seleção italiana dependerá também deste jogo. Mesmo assim, os jogadores estão confiantes. Para o goleiro Buffon, a equipe tem qualidade suficiente não só para vencer o Brasil, como também a Espanha.

AE, Agencia Estado

20 de junho de 2009 | 16h51

"Espero que possamos demonstrar o que valemos. Quero ganhar este torneio. Vencer equipes fortes como o Brasil seria o mais importante. A partida entre Egito e Estados Unidos será equilibrada, mas a Itália pode vencer o Brasil e, na sequência, a Espanha", assegurou o goleiro.

Depois da imprensa italiana criticar o futebol burocrático da seleção, Buffon saiu em defesa da equipe e relembrou a tradição futebolística da Itália. "Nunca jogamos um futebol de muita técnica, que terminasse com uma vitória fácil de 6 a 0. Nossos jogadores são fortes, a Itália é historicamente uma equipe de combate, dura fisicamente".

No jogo deste domingo, se for a campo, o zagueiro Fabio Cannavaro empatará com o recorde de 125 partidas pela seleção italiana pertencente a Paolo Maldini. O dia marcará também, coincidentemente, os 39 anos da vitória do Brasil sobre a Itália na final da Copa do Mundo de 1970.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.