Buffon pede que Itália esqueça vitória da Eurocopa em novo duelo com a Espanha

Itália e Espanha farão nesta quinta-feira o confronto mais aguardado deste início de Eliminatórias

Estadão Conteúdo

05 Outubro 2016 | 16h40

Itália e Espanha farão nesta quinta-feira o confronto mais aguardado deste início de Eliminatórias Europeias para a Copa do Mundo de 2018. Há pouco mais de três meses, os italianos foram bastante superiores e derrotaram os espanhóis nas oitavas de final da Eurocopa por 2 a 0. O experiente goleiro Gianluigi Buffon, no entanto, pediu que seus companheiros esqueçam aquela partida.

"Eu só me lembro que tivemos uma partida forte, com um time que queria o resultado a qualquer custo", disse ele nesta quarta. "Nós temos que ter a mesma atitude amanhã: paixão, desejo, humildade, que é fundamental. Se ao lembrarmos da vitória na Euro nós formos a campo com arrogância e insolência, será o maior erro que podemos cometer. Aquela partida está no passado, agora tem outra para construirmos um grande presente e um grande futuro."

Depois de dois títulos da Eurocopa (2008 e 2012) e um da Copa do Mundo (2010), as eliminações no Mundial de 2014 e na Euro deste ano geraram uma reformulação total na seleção espanhola. Após a derrota para a Itália em junho, Julen Lopetegui assumiu a vaga de Vicente Del Bosque como treinador e o país agora tenta voltar ao auge.

"A Espanha estará ferida, mas já começou um novo ciclo, assim como nós. A Copa do Mundo ainda está a um ano e meio de distância, mas nós temos que estar conscientes do valor desta partida", avaliou Buffon.

As duas seleções se enfrentarão nesta quinta-feira no Juventus Stadium, em Turim, na liderança do Grupo G, após vencerem na primeira rodada das Eliminatórias. Em setembro, os italianos fizeram 3 a 1 em Israel fora de casa, enquanto os espanhóis receberam Liechtenstein e atropelaram por 8 a 0.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.