Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90
Friedmann Vogel/EFE
Friedmann Vogel/EFE

Bundesliga poderá retornar com limite de 239 pessoas no estádio

De acordo com o jornal alemão Bild, a medida seria uma forma de retomar as competições sem expor os torcedores

Redação, O Estado de S.Paulo

07 de abril de 2020 | 12h54

O futebol alemão, suspenso desde o dia 11 de março por conta da pandemia do novo coronavírus (covid-19), pode retomar suas atividades, no início de maio, com portões fechados para torcedores e com número reduzido de organizadores. Isso é o que aponta o jornal Bild, da Alemanha. De acordo com a publicação, a entrada nos estádios teria um limite de 239 profissionais.  

Destes 239, aproximadamente 53%, ou seja, 126 profissionais estariam ligados diretamente à partida, são eles: jogadores, árbitros, treinadores, médicos, emissoras de TV e quatro gandulas. Os 113 profissionais restantes estariam envolvidos de forma indireta com o evento e entrariam na cota de funcionários do estádio, que iria operar com segurança reduzida. Jornalistas também estariam nessa fatia.

A Federação Alemã de Futebol foi a última das cinco principais ligas europeias a realizar a suspensão de seus campeonatos nacionais. Antes, a entidade realizou, pela primeira vez em sua história, uma partida com portões fechados. Na ocasião, cerca de 600 profissionais participaram de forma direta e indireta da realização do confronto, que culminou na vitória do Borussia Mönchengladbach, diante do Colônia, por 2 a 1, no dia 11 de março.

Na última segunda-feira (06), jogadores do Bayern de Munique realizaram uma experiência similar e voltaram aos treinos em pequenos grupos. A decisão dos atuais heptacampeões alemães foi tomada a exemplo do Borussia Dortmund e Wolfsburg, que também colocaram seus jogadores em atividade.

Tudo o que sabemos sobre:
campeonato alemão de futebolfutebol

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.