John Sibley/Reuters
John Sibley/Reuters

Burnley vence o Southampton e cola na zona de classificação à Liga dos Campeões

Galês Sam Vokes marca o gol da vitória que leva equipe à sexta colocação com 19 pontos

Estadão Conteúdo

04 Novembro 2017 | 15h26

Uma das surpresas do Campeonato Inglês nas primeiras rodadas, o Burnley derrotou neste sábado o Southampton por 1 a 0, na casa do adversário, e encostou na zona de classificação para a Liga dos Campeões da Europa. O atacante galês Sam Vokes fez o gol da vitória, que levou a equipe à sexta posição, com os mesmos 19 pontos do quinto Arsenal e do quarto Chelsea, mas abaixo dos times londrinos por ter saldo de gols inferior. Os dois ainda jogam neste domingo, pela 11.ª rodada.

+ Inglaterra tem 3 novidades para amistosos contra Alemanha e Brasil

Com a derrota, o Southampton ficou na 13.ª posição com 13 pontos, mesma pontuação do Leicester City, que perdeu a chance de dar um salto na tabela de classificação ao empatar em 2 a 2 com o Stoke City, fora de casa. O campeão na temporada retrasada ficou na frente do placar duas vezes, com gols de Iborra e Mahrez, mas viu o time mandante buscar o empate com Shaqiri e o gigante Peter Crouch. O Leicester City é o 12.º colocado e o Stoke City está em 14.º, com 12 pontos.

Além do Burnley, quem se deu bem nesta rodada foram Huddersfield Town e Brighton, que derrotaram West Bromwich e Swansea City, respectivamente, e deram um salto considerável na tabela de classificação. Ambos venceram por 1 a 0 e subiram para 15 pontos. Como tem saldo de gols superior (0 a -5), o Brighton ficou à frente, na oitava colocação - o Huddersfield Town é o 10.º colocado. A derrota colocou o Swansea City na zona de rebaixamento, na 18.ª posição, com 8 pontos, dois a mais que o West Bromwich, que não entrou na zona de descenso mas está próximo a ela. É o 15.º.

Com um gol aos 45 minutos da etapa final, o Bournemouth bateu o Newcastle na casa do adversário, foi para 10 pontos, ultrapassou Everton, Swansea City e West Ham e deixou a zona de rebaixamento. Com o revés, o Newcastle, 11.º colocado, estacionou nos 14 pontos e perdeu a oportunidade de colar na zona de classificação às competições europeias.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.