Cesar Greco/Agência Palmeiras
Cesar Greco/Agência Palmeiras

Burocracia tira Alan Patrick e Dudu de estreia do Palmeiras

Por terem vindo de clubes da Ucrânia, os atletas só poderão serem inscritos no dia 31, data que o Alviverde pega o Osasco Audax

Daniel Batista, O Estado de S.Paulo

28 de janeiro de 2015 | 15h13

O técnico Oswaldo de Oliveira "perdeu" dois importantes jogadores para a estreia no Campeonato Paulista, sábado, contra o Osasco Audax. O meia Alan Patrick e o atacante Dudu estão fora da partida pelo fato da janela de transferências do futebol ucraniano estar fechada até o dia da partida e com isso, não terem tempo para serem registrados na competição.

Alan Patrick chegou por empréstimo do Shakhtar Donestsk e Dudu foi contratado do Dinamo de Kiev, ambos da Ucrânia. O problema é que a janela de transferências do país europeu só abre dia 31, justamente na data em que o Palmeiras enfrenta o Audax. Como a lista dos inscritos na competição precisa ser mandada antes, a dupla está fora da partida.

A tendência é que eles estejam a disposição no dia 5 de fevereiro, quando o Palmeiras enfrenta a Ponte Preta, pela segunda rodada do Paulista. A burocracia para regularizá-los é rápida.

Assim que abrir a janela, será necessário registrar o novo contrato de Alan Patrick, que renovou com o Shakhtar para poder jogar no Palmeiras, e depois acertar sua saída. Com Dudu, precisa ser marcado o retorno dele ao clube, após empréstimo do Grêmio, e em seguida, a transferência para o Palmeiras.

O departamento jurídico do clube tentou alegar que os dois jogadores já estavam atuando no Brasil, por isso seria considerado uma transferência nacional, mas não deu certo. 

Quem pode se aproveitar disso são o meia Robinho, que treinou no time reserva nesta quarta-feira, e o atacante Maikon Leite, que foi titular nos dois amistosos realizados na pré-temporada, mas perdeu a vaga nos treinos realizados nos últimos dias. 

Tudo o que sabemos sobre:
PalmeirasFutebolCampeonato Paulista

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.