Ivan Storti/ Santos FC
Ivan Storti/ Santos FC

Bustos critica postura do Santos, mas não considera justa a derrota para o Goiás

'Não estivemos no nível que estávamos jogando', declarou o treinador argentino após o jogo pelo Brasileirão

Redação, Estadão Conteúdo

15 de maio de 2022 | 23h19

O técnico Fabián Bustos não gostou da atuação do Santos na derrota diante do Goiás, neste domingo, por 1 a 0, no estádio da Serrinha, em Goiânia, mas, ao mesmo tempo, considerou injusta a derrota do time.

"Não jogamos um bom jogo. Não estivemos no nível que estávamos jogando. Pode ter sido um pouco do cansaço, mas não é desculpa. Dominamos a bola, mas não fomos firmes. Chegamos com muitos jogadores, criamos mais situações que o rival, mas não fomos efetivos. Não quero tirar o mérito do rival, mas me parece que é injusta a derrota. Não jogamos bem, tivemos muitos erros, mas não merecíamos sair derrotados", disse o treinador santista.

Para Bustos, a única chance do Goiás foi o pênalti cometido pelo Santos. "A partida foi equilibrada, com o nosso domínio. Eles criaram uma chance só. Um pênalti que cometemos. Tiveram jogadas parecidas com a gente que não foram marcadas. Tenho que dar o mérito ao Goiás, que fez seu trabalho, não estávamos a altura do que a gente vinha fazendo, mas me parece injusta a derrota."

O técnico apontou que o Santos voltou a não ter paciência para encontrar o momento certo de definir a partida, repetindo o que já aconteceu na derrota para o Coritiba pela Copa do Brasil. "Nós dominamos, mas não tínhamos paciência. Hoje faltou o mesmo. Pode ser um pouco do cansaço, mas não é desculpa. Temos que ter os pés no chão, ter tranquilidade, insistir, saber que, para abrir um jogo contra uma equipe que coloca muitos jogadores na linha atrás da bola, precisamos de paciência. Temos que nos desmarcar, ter triangulações, ser mais agressivos e ter mais efetividade. Melhorar a finalização. Hoje não fizemos, e por isso não conseguimos somar pontos."

Com a derrota em Goiânia, o Santos perdeu a oportunidade de ultrapassar o Corinthians na classificação e assumir o primeiro lugar do Campeonato Brasileiro.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.