J.P.Gandul/EFE
J.P.Gandul/EFE

Butragueño exalta Ajax e espera dificuldade para o Real: 'Clubes lendários'

Cartola da equipe espanhola vê semelhanças nas maneiras de os dois times jogarem

Estadão Conteúdo

17 de dezembro de 2018 | 13h58

Diretor de Relações Institucionais do Real Madrid, o ex-jogador Emilio Butragueño mostrou respeito pelo Ajax, que vai enfrentar o time espanhol nas oitavas de final da Liga dos Campeões da Europa. A definição do confronto aconteceu no sorteio realizado pela Uefa nesta segunda-feira.

"Estamos falando de clubes lendários, que contribuíram de maneira decisiva para o crescimento desta competição e vai ser um confronto eliminatório muito atrativo para os torcedores. Estou certo que vão ser duas partidas muito difíceis e temos de oferecer nosso melhor nível para nos classificarmos", disse o ex-atacante espanhol em Nyon, na Suíça, onde o sorteio da Uefa foi sediado.

Butragueño vê semelhanças nas maneiras de os dois times jogarem. "O Ajax tem um time que está jogando muito bem nesta temporada. Tem uma mescla de jovens e veteranos que realizou uma excelente fase de grupos e passou perto de terminar o Grupo E em primeiro. Os jogadores têm uma dinâmica estupenda, gostam de ter a bola e formam uma equipe com mentalidade ofensiva. Um pouco como a gente. Essa luta pelo controle do jogo e da bola será uma das chaves desse confronto", comentou.

O dirigente lembrou que o Ajax não passava da primeira fase desde a temporada 2005/2006. "Nesses tipos de partidas, o nível de motivação vai ser muito grande para eles, que vão levar consigo que o clube estava fora das oitavas de final há muitos anos, que vão enfrentar o Real Madrid, atual campeão da Europa, e que será um grande desafio. É um time forte em casa, especialmente. Temos de tentar conseguir um bom resultado como visitante e, com o apoio do Santiago Bernabéu, conseguir avançar às quartas de final", afirmou Butragueño.

O ex-atacante lembrou que a partida de ida do confronto, fora de casa, vai ser importante para conseguir a classificação. O primeiro duelo entre as equipes vai acontecer no dia 13 de fevereiro, na Johan Cruyff Arena, em Amsterdã, e o jogo de volta está marcado para 14 de março, em Madri.

"Temos de tentar fazer valer essa condição de fazer o jogo de volta no Bernabéu. Trata-se da Liga dos Campeões e todos sabem o que significa para o clube e os torcedores essas noites de duelos europeus em nosso estádio. Mas temos de conseguir um grande resultado em Amsterdã. Vamos nos preparar bem para o encontro de ida, que com certeza nos trará dificuldade", analisou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.