Butragueño justifica escolha do Real

Durante a apresentação do técnico Vanderlei Luxemburgo na sala de imprensa do Santiago Bernabéu, o vice-presidente do clube espanhol e ídolo do time nos anos 80, Emilio Santos Butragueño, aproveitou para esclarecer o porquê da opção pelo treinador brasileiro e garantir a permanência de Mariano García Remón, que fica como auxiliar do diretor de futebol, Arrigo Sacchi. ?Das distintas opções que tínhamos chegamos a conclusão que Vanderlei é a melhor para sair da situação atual, pois estamos convencidos que é necessário dar uma reviravolta na equipe. Quando Sacchi chegou já dissemos que começa uma nova época?, garantiu.Segundo o dirigente, a cúpula do Real Madrid aprovou por unanimidade a proposta da diretoria esportiva para nomear o novo treinador. A decisão da troca de comando partiu de Sacchi. ?É uma decisão que me dá pena, porque temos grande respeito por Mariano, que vai seguir trabalhando comigo. Chega um grande treinador, que tem uma trajetória enorme em seu país e que nos pode ajudar a melhorar as coisas. Acreditamos que a equipe pode voltar a fazer um jogo bonito e satisfazer a todos", resumiu.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.