Juan Mabromata/AFP
Juan Mabromata/AFP

Caballero crê que defesa da Islândia vai dificultar estreia da Argentina na Copa

Goleiro da seleção afirma que precisará de vídeos para conhecer melhor o rival da primeira partida no Mundial

Estadão Conteúdo

13 de junho de 2018 | 10h18

O goleiro Willy Caballero pregou respeito à Islândia, rival da Argentina na estreia da Copa do Mundo da Rússia, em partida pelo Grupo D que vai acontecer em Moscou, às 10 horas (de Brasília) deste sábado. Na reta final de preparação para o duelo, o jogador elogiou as qualidades defensivas do adversário, que pela primeira vez disputará um Mundial.

+ Reverenciado por Fifa, Putin diz que Copa vai mudar imagem da Rússia

+ Em campanha, Infantino disse que Fifa estava “clinicamente morta”

+ Por futebol, iranianas desafiam país e viajam para ver a Copa

"Temos trabalhado muito pensando na Islândia, sobre como atacar e como defender. É certo que vamos ter uma partida dura, eles se defendem bem, muito juntos. Vai ser muito difícil, sobretudo porque é uma estreia em Mundial. Vamos assistir mais vídeos nesta quarta-feira e na quinta também", afirmou o goleiro do Chelsea em coletiva de imprensa nesta quarta.

Suplente de Caballero, Nahuel Guzmán acredita que a seleção argentina não pode perder a calma. "Temos de ter paciência, circular a bola pelos lados do campo para tentar encontrar espaços e infiltrar em velocidade. Acredito que vá ser um jogo muito travado e devemos controlar a ansiedade também", analisou o goleiro reserva.

 

A Argentina realizou treino técnico de finalização nesta quarta-feira, em Bronnitsy, na Rússia, que contou com o meio-campista Ever Banega, recuperado de uma contratura muscular. O técnico Jorge Sampaoli tem agora todos os 23 convocados à disposição para trabalhar.

Depois de encarar a Islândia neste sábado em Moscou, a Argentina vai enfrentar a Croácia no dia 21, em Nijni Novgorod, e a Nigéria no dia 26, em São Petersburgo, em seus outros jogos válidos pela primeira fase do Mundial.

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.