Jorge Saenz/AP - 2/8/2010
Jorge Saenz/AP - 2/8/2010

Cabañas volta a jogar futebol 2 anos após levar tiro na cabeça

Jogador foi convidado pela equipe em que começou a carreira, o 12 Octobre

AE-AP, Agência Estado

20 de janeiro de 2012 | 11h58

ASSUNÇÃO - O atacante paraguaio Salvador Cabañas está de volta ao futebol, dois anos depois de levar um tiro na cabeça em uma briga de bar na Cidade do México. O jogador foi convidado pela equipe em que começou a carreira, o 12 Octobre, da terceira divisão nacional, para tentar retornar aos poucos à rotina de atleta profissional.

De acordo com Luis Salinas, presidente do clube, inicialmente Cabañas foi chamado apenas para um período de treinamento com o elenco. Seu aproveitamento como jogador profissional dependerá de sua resposta a esta etapa. Antes de voltar a atuar, no entanto, ele precisará de uma autorização médica.

Aos 31 anos, o atacante segue sua terapia para recuperação total de suas condições cognitivas. Ele tem uma bala alojada do lado direito de sua cabeça desde o dia 24 de janeiro de 2010, quando foi baleado no banheiro de um bar, o que faz com que sua visão seja prejudicada.

Como parte desta terapia, Cabañas foi autorizado pela Associação Paraguaia de Futebol a acompanhar a seleção nacional em seus treinamentos durante as Eliminatórias Sul-Americanas, no ano passado. No início de 2011, o atacante ainda chegou a treinar com o Libertad, da primeira divisão local.

Santiago Cabañas ficou conhecido no Brasil como uma espécie de carrasco. Ele teve grandes atuações pelo Paraguai diante da seleção brasileira, além de ter sido fundamental para a eliminação de Santos e Flamengo da Libertadores de 2008, quando atuava pelo América do México.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolCabañas12 de Octobre

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.