Cabo Verde é punida e Tunísia avança nas Eliminatórias

A Fifa anunciou nesta quinta-feira uma reviravolta nas Eliminatórias Africanas para a Copa do Mundo de 2014. A seleção de Cabo Verde foi punida pela escalação de um jogador irregular, perdeu três pontos, e acabou eliminada dos mata-matas que definirão os representantes africanos no Mundial. A Tunísia, que estava eliminada, ganha uma nova chance.

AE, Agência Estado

12 de setembro de 2013 | 11h53

Cabo Verde escalou um jogador irregular exatamente na partida contra a Tunísia, no sábado passado, quando surpreendeu ao vencer por 2 a 0, fora de casa, e ficar com a primeira colocação do Grupo B. Com a punição imposta pela Fifa, o placar do jogo agora passa a ser 3 a 0 em favor da Tunísia.

A seleção de Cabo Verde, segundo a Fifa, escalou irregularmente o jogador Fernando Varela, que havia sido punido com quatro jogos de suspensão depois de receber um cartão vermelho por conduta antidesportiva em partida das Eliminatórias em março. O atleta, porém, só cumpriu três jogos.

Com essa decisão, Cabo Verde ficou com nove pontos no Grupo B, enquanto a Tunísia assumiu a primeira colocação com 14. Os tunisianos se juntam a Etiópia, Costa do Marfim, Gana, Burkina Fasso, Nigéria, Egito, Argélia, Camarões e Senegal como os 10 times que vão brigar por cinco vagas no Brasil.

O sorteio do chaveamento será na próxima segunda-feira. A partir do ranking da Fifa atualizado nesta quinta, serão cabeças-de-chave Costa do Marfim, Gana, Argélia, Nigéria e Tunísia. Desta forma, Camarões, Egito e Senegal vão ter que decidir seus confrontos fora de casa, contra adversários de peso também. Etiópia e Burkina Fasso vão atrás de jogar a Copa pela primeira vez e saem em desvantagem.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolEliminatórias da Copa

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.