Cabo Verde vai à CAS para voltar às Eliminatórias

A Federação Cabo-Verdiana de Futebol (FCF) decidiu recorrer à Corte Arbitral do Esporte (CAS, na sigla em inglês), instância máxima da justiça desportiva mundial, para tentar uma vaga nos mata-matas das Eliminatórias Africanas para a Copa do Mundo de 2014, no Brasil. O país lusófono quer substituir a Tunísia e jogar diante de Camarões por uma vaga no próximo Mundial.

AE, Agência Estado

29 de outubro de 2013 | 08h40

No começo do mês, a Fifa já havia rejeitado o recurso apresentado por Cabo Verde, que tentava reverter uma punição aplicada à seleção do país, cuja escalação de um jogador em situação irregular provocou a sua eliminação das Eliminatórias.

Por causa da sentença aplicada pela entidade, Cabo Verde foi eliminada dos mata-matas. A seleção do país escalou um atleta sem condições legais para atuar na vitória por 2 a 0 sobre a Tunísia, fora de casa, em 7 de setembro.

Com o resultado obtido em campo, Cabo Verde ficou com a liderança do Grupo B das Eliminatórias Africanas, mas, com a punição imposta pela Fifa, o placar do jogo foi alterado para 3 a 0 em favor dos tunisianos. Com isso, os cabo-verdianos caíram para a segunda posição da chave, com nove pontos, sendo que apenas os líderes de cada grupo avançaram à terceira fase do qualificatório.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.