Cafu admite deixar equipe do Roma

O lateral direito Cafu admitiu hoje que poderá deixar a equipe do Roma antes do final do contrato, em 2003. O jogador estaria insatisfeito com o comportamento da torcida. No início da temporada, um grupo de torcedores passou a xingar o jogador durante os treinamentos. Além disso, o brasileiro teme pela segurança de sua família. Certa vez ele teve o carro apedrejado por torcedores, quando transportava seu filho. ?Esse tipo de coisa não aconteceu comigo no Brasil nem quando a gente perdeu a Copa do Mundo e não posso aceitar que ocorra aqui?, argumentou o jogador. Cafu não confirma, mas teria recebido propostas de vários clubes. A mais concreta viria do Chelsea, da Inglaterra. ?Não sei se são clubes italianos ou estrangeiros. Na verdade nem sei se há propostas, mas o certo é que ao final da temporada vou estudar com carinho cada uma das propostas que surgirem?, disse Cafu, considerado pela imprensa italiana, um dos responsáveis pela boa campanha do time nesta temporada. O Roma lidera o Campeonato Italiano com 42 pontos ganhos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.