Cafu tenta título inédito na carreira

O lateral Cafu pode aumentar nesta quarta-feira em Istambul sua coleção de títulos. Um dos atletas mais completos do futebol mundial no que diz respeito a variedade de conquistas importantes, o capitão da seleção brasileira vai tentar, pelo Milan, vencer a Liga dos Campeões em confronto com o Liverpool. Cafu foi campeão brasileiro, paulista (em quatro oportunidades), e duas vezes da Copa Libertadores da América e do Mundial Interclubes, antes de se transferir para a Europa em 1997.Na Roma, conquistou o Campeonato Italiano, em 2001, e o da Copa do Mundo de 2002, no Japão e Coréia do Sul, no ano seguinte, feito que já alcançara em 1994, nos Estados Unidos, como reserva de Jorginho durante quase toda competição.Ainda pela seleção, ajudou o Brasil a vencer a Copa América nas edições de 1997 e 1999. Foi um dos responsáveis também pelo primeiro lugar da equipe na Copa das Confederações de 1997. Ele ostenta outro título: o de ser o único jogador a disputar três finais de Copa do Mundo de forma consecutiva (em 1998 foi vice-campeão).Seu currículo ainda tem o título de duas Recopas Sul-Americanas, em 1992/93, o da Supercopa dos Campeões da Libertadores, em 1993, e o da Recopa Européia, pelo Zaragoza, da Espanha, em 1995.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.