Caio Jr. nega críticas a arbitragem e lamenta problema

Erro em entrevista gera ironia do técnico santista e palmeirense reforça isenção de culpa no caso

12 de outubro de 2007 | 13h29

O técnico Caio Júnior, do Palmeiras, respondeu às críticas do técnico Vanderlei Luxemburgo, do Santos, que ironizou uma possível preocupação do adversário em relação à arbitragem nos últimos jogos, e principalmente, no clássico deste sábado entre os dois times."Não falei absolutamente nada sobre arbitragem nesta semana. Pelo contrário, até elogiei e disse que os árbitros estavam entrando em campo muito pressionados. Parece que virou moda repercutir coisas que eu não falo", disse o técnico.O problema foi na forma como Luxemburgo soube da história: através de uma pergunta de um repórter na entrevista coletiva realizada na quinta, onde foi atribuído ao técnico a autoria da história. O erro é que a crítica foi feita pelo gerente de Futebol Toninho Cecílio, na segunda-feira.Sobre o árbitro do clássico, Salvio Spínola Fagundes Filho, Caio Junior foi prático em sua avaliação. "Ele é um árbitro de ofício. Estou tranqüilo quanto a isso e sei que fará o melhor", diz, em entrevista à rádio Jovem Pan.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.