Marcos de Paula/AE-19/7/2011
Marcos de Paula/AE-19/7/2011

Caio Júnior critica calendário após vitória do Botafogo

Para treinador, com jogos de três em três dias é impossível exigir alto nível dos atletas

AE, Agência Estado

24 de agosto de 2011 | 08h36

RIO - Nem mesmo a vitória sobre o Atlético Mineiro e a classificação para as oitavas de final da Copa Sul-Americana tranquilizaram Caio Júnior na noite desta terça-feira. Após o triunfo por 1 a 0 no Engenhão, o técnico do Botafogo lamentou o calendário brasileiro e disse que os jogadores são expostos a uma condição desumana.

Com a disputa simultânea entre Sul-Americana e Campeonato Brasileiro, boa parte das equipes tem atuado duas vezes por semana. "O que mais ficou evidente foi o desgaste", declarou Caio Júnior. "No geral, não foi uma boa partida, quem perde é o público e vocês (jornalistas) com jogos de três em três dias. É desumano exigir o alto nível que gostaríamos de ver".

Esse desgaste excessivo, na avaliação do técnico, atrapalhou sua equipe e impediu que o Botafogo fizesse uma boa partida. "A equipe não conseguiu ter a mesma dinâmica e se soltar. O Atlético foi bem taticamente no primeiro tempo, teve uma boa estratégia e melhoramos no segundo. Fizemos mudanças e poderíamos ter matado o jogo", analisou.

Sobre o clássico de sábado contra o Fluminense, pelo Campeonato Brasileiro, Caio Júnior previu uma partida difícil. Para ele, o apoio do torcedor botafoguense será fundamental. "O torcedor tem se manifestado de forma positiva. Ele está entendendo que tem uma equipe lutando por um grande ano e que tem que ajudar, principalmente nos momentos difíceis. Estamos terminando o primeiro turno e em um momento decisivo. O torcedor vai ter papel fundamental no clássico", finalizou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.