Fernando Soutello/AGIF
Fernando Soutello/AGIF

Caio Júnior diz que Botafogo está vivo na Sul-Americana

Técnico afirma que time carioca tem potencial para vencer o Santa Fé, na Colômbia

AE, Agência Estado

30 de setembro de 2011 | 09h33

O Botafogo ficou em situação complicada na Copa Sul-Americana ao apenas empatar por 1 a 1 com o Independiente Santa Fé, na noite de quarta-feira, no Rio, pelas oitavas de final. O resultado obriga o time carioca a vencer o jogo de volta na Colômbia, ou ao menos empatar por dois ou mais gols de diferença, para avançar no torneio. O técnico Caio Júnior, porém, garante que o time tem chances reais de se classificar para a próxima fase da competição continental.

"Eles tiveram uma estratégia de jogo de dar o campo o Botafogo e depois pressionar. Isso nos causou dificuldades. Quando um jogador recebia a bola, era pressionado. Faltou termos mais posse de bola e virada de jogo. Podíamos ter vencido, mas está tudo em aberto. Na altura certa, vamos pensar na partida de volta, na Colômbia, na altitude, mas em um campo bom", disse.

Após o empate em casa pela Copa Sul-Americana, Caio Júnior volta suas atenções para o Campeonato Brasileiro. No domingo, a equipe vai enfrentar o Atlético Goianiense no Serra Dourada. "O mais importante, agora, é o jogo com o Atlético-GO, difícil, com clima seco. Vamos treinar sábado em Goiânia para nos adaptarmos", disse.

Na quarta-feira, o treinador poupou quase todos os titulares diante do Independiente Santa Fé. Caio Júnior deve repetir a estratégia na partida de volta do confronto, na Colômbia, já que a prioridade do Botafogo é a luta pelo título do Campeonato Brasileiro. No torneio, a equipe está em quarto lugar, quatro pontos atrás do líder Vasco.

"Na semana que vai anteceder a viagem para a Colômbia, vamos jogar fora de casa com o Santos quarta-feira, Avaí no sábado e Santa Fé na terça. Não adianta, quem muito quer não consegue nada. Vamos analisar quando estiver mais próximo. Temos que ter os pés no chão e o torcedor se orgulhar de brigarmos por título e Libertadores. Há um planejamento sério", explicou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.