Caio Júnior é o novo técnico do Flamengo

Ele assume no lugar de Joel Santana, que vai para a África do Sul, com o desafio de conquistar a Libertadores

Redação

05 de maio de 2008 | 11h00

Caio Júnior, 43 anos, vice-campeão estadual pelo Goiás no domingo, é o novo técnico do Flamengo. Ele acertou sua ida para o time rubro-negro no fim da semana passada e deve assumir o cargo no fim desta semana, para comandar o time campeão estadual na fase final da Copa Libertadores e no Campeonato Brasileiro, que começa no próximo final de semana. Esta será a primeira passagem dele pelo futebol carioca. Antes, já havia trabalhado como técnico em clubes como Paraná, Londrina, Cianorte, Palmeiras e o próprio Goiás.Veja também: Flamengo conquista o Estadual do Rio ao fazer 3 a 1 no BotafogoEle chega dizendo que acertou tudo na noite de domingo e fala em transição exemplar com o atual técnico. "Eu sabia da sondagem, da tentativa de conversação, mas pela minha ética sempre disse que não conversaria antes da final. Ontem [domingo] tive o contato com o vice-presidente Kleber Leite e acertamos tudo. Vou chegar hoje [segunda] ao Rio para acertar os detalhes. Vai ser uma transição bacana, diferente do comum no futebol", afirma, sobre o fato de acompanhar o time na quarta, no jogo contra o América-MEX, pela Libertadores, que ainda será dirigido por Santana. Na avaliação sobre o futuro do time, Caio aponta como conduzirá o trabalho. A preocupação é manter o bom nível quando o Brasileirão estiver pela metade, ao falar ainda sobre pressão. "O Flamengo tem um excelente elenco, tem provado isso no Carioca e na Libertadores. Eu também peguei uma pressão forte no Palmeiras e consegui a vaga na Libertadores. O resultado é o principal e se não conseguirmos a pressão vai ser forte. A experiência que tive nos últimos dois anos de Brasileirão, tem que saber que é longa, tem de motivar todos, teremos um período de resultados ruins, tem de saber administrar isso."O novo técnico chega para substituir Joel Santana, que sai após a conquista do bicampeonato do Estadual do Rio para assumir a seleção da África do Sul, que se prepara visando sediar a próxima edição da Copa do Mundo, em 2010. A provável estréia do novo técnico será no domingo, às 18h10, contra o Santos, no Maracanã.Atualizado às 12h54 para acréscimo de informações  

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.