Caiu o primeiro técnico no Paulistão

Demorou três rodadas, mas caiu o primeiro técnico no Campeonato Paulista da Série A-1. Polozi não agüentou as pressões, pedindo demissão no União Barbarense que praticamente definiu a contratação de Vágner Benazzi, conhecido como "Rei do Acesso". O Barbarense não venceu nenhum jogo até agora. Perdeu para o Santo André, empatou com Mogi Mirim e Ituano e ocupa a décima posição na tabela. Polozi já tinha demonstrado o seu descontentamento com a falta de dinheiro no clube e que também estaria atrapalhando a vinda de reforços. Ano passado, o treinador levou o time ao vice-campeonato da Copa Interior, com uma campanha curiosa na fase de classificação quando perdeu os três primeiros jogos e depois conseguiu dez vitórias consecutivas. A contratação de Benazzi deve ser confirmado ainda nesta terça-feira. Ele já dirigiu o clube várias vezes, inclusive no acesso para a elite paulista em 1999. Ano passado, ele trabalhou no Santo André, foi vice-campeão da Série A-3 com o Atlético Sorocaba e vice-campeão brasileiro da Série B com o Figueirense. Apesar de ainda estar na lanterna do Paulista, com três derrotas, a Portuguesa Santista ainda manteve no cargo o técnico Joãozinho Rosa. Sua última chance de reação será diante do União São João, quarta-feira, em Araras.

Agencia Estado,

28 de janeiro de 2002 | 19h47

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.