Caixa D?Água ataca novo calendário

O calendário quadrienal divulgado hoje pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF) provocou uma reação furiosa da Federação Carioca de Futebol. O presidente da entidade, Eduardo Viana, conhecido por Caixa D?Água, divulgou nota oficial, na qual qualificou de ?cerimônia fúnebre?, a solenidade realizada hoje em um hotel no Rio, em que foram anunciadas as medidas. Para Viana, a nova fórmula de disputa dos campeonatos estaduais sem os chamados grandes times e a implantação dos campeonatos regionais - ?vai reduzir os grandes e acabar com os times pequenos?. Segundo a nota, a decisão é resultado da ?visão míope, desonesta e solerte, daqueles que impõem e daqueles que, por parte da CBF e clubes e por falta de coragem, engoliram a decisão absurda que foi tornada publica?. A nota diz ainda que o novo calendário ?vai reduzir o futebol a reles manobras comerciais, sob o monopólio de uma empresa de comunicação?, numa referência à Rede Globo de Televisão.

Agencia Estado,

26 de junho de 2001 | 16h23

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.