Andre Penner/ AP
Andre Penner/ AP

Calleri atira celular de torcedor do Palmeiras no chão após perda do título do Paulistão

Nervoso após goleada sofrida no Allianz Parque, atacante do São Paulo se incomoda com garoto que atua na base palmeirense

Redação, O Estado de S.Paulo

03 de abril de 2022 | 20h18

A goleada sofrida pelo São Paulo no Allianz Parque deixou os jogadores da equipe tricolor muito irritados. O nervosismo não se limitou ao gramado, tampouco ao vestiário. Na saída da arena alviverde, antes de embarcar no ônibus, o atacante argentino Jonathan Calleri deu um tapa na mão de um torcedor do Palmeiras e derrubou o celular do garoto no chão. Felipe Goto também é jogador do sub-15 da equipe alviverde.

Após o celular cair no chão, Calleri ainda direciona algumas palavras - inaudíveis - ao jovem. O garoto vestia uma camisa do Palmeiras e parecia filmar a saída dos jogadores do São Paulo dos vestiários rumo ao ônibus, que levará a equipe tricolor de volta ao CT da Barra Funda.

Calleri foi o artilheiro do São Paulo no Paulistão, com um total de oito gols. Só ficou atrás de Ronaldo, atacante da Inter de Limeira. Decisivo no primeiro jogo da final do Estadual, marcando dois gols, o argentino não conseguiu repetir o bom desempenho, neste domingo, na partida decisiva. Assita ao momento em que Calleri acerta o celular do palmeirense no Allianz Parque:

O centroavante teve poucas oportunidades no jogo. Em uma delas, já no segundo tempo, o jogador conseguiu um bom arremate dentro da grande área após cobrança de escanteio, mas acabou desperdiçando. Com a goleada de 4 a 0, o São Paulo sofreu uma virada histórica e viu o sonho do bicampeonato paulista dissipar.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.