Rubens Chiri/saopaulofc.net
Rubens Chiri/saopaulofc.net

Calleri e Rigoni fazem trabalho à parte no São Paulo; Galeano passa por cirurgia

Equipe do Morumbi visita o Internacional, no próximo domingo, em busca de reação no Campeonato Brasileiro

Redação, Estadão Conteúdo

27 de outubro de 2021 | 19h08

O técnico Rogério Ceni ainda não sabe se contará com seus atacantes argentinos em importante compromisso com o Internacional, no domingo, pelo Brasileirão. Rigoni e Calleri ainda fazem trabalhos físicos e seguem separados do grupo. De certo é que o treinador não poderá contar com o jovem paraguaio Galeano, submetido a cirurgia no tornozelo direito.

O jovem vinha quebrando galho como lateral-direito nas ausências de Igor Vinícius e Orejuela até se machucar diante da Chapecoense. Fazia trabalho de reabilitação, mas acabou novamente virando o pé num treinamento e, após exames detalhados, a cirurgia acabou inevitável.

"O atacante Galeano foi submetido a cirurgia para tratamento de uma lesão ligamentar no tornozelo direito na tarde desta quarta-feira", informou o São Paulo. "O procedimento foi bem sucedido e nos próximos dias o jogador iniciará o processo de reabilitação no Reffis, sob os cuidados dos profissionais do clube."

Galeano para por um período indeterminado, mas o sorriso de Rigoni correndo na beirada do campo do CT da Barra Funda sinaliza que ele está próximo de um retorno. Com recuperação mais avançada em relação a Calleri, o jogador participou do aquecimento antes de terminar o trabalho na fisioterapia.

Ceni quer contar com ao menos um dos argentinos no Morumbi e os médicos correm para atendê-lo. Enquanto Rigoni fez corridas, Calleri iniciou a transição da fisioterapia para o campo e bateu bola com um auxiliar. Também não está descartada sua volta, apesar de o clube tratar o caso com mais cuidados.

Nas atividades desta quarta-feira, Ceni priorizou fundamentos e dividiu o grupo em diversas partes, trabalhando passes rápidos, finalizações e posicionamento. Depois de derrota na casa do Red Bull Bragantino, por 1 a 0, a ordem é buscar reação imediata.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.