Nilton Fukuda| Estadão
Nilton Fukuda| Estadão

Calleri festeja artilharia da Libertadores e se diz adaptado ao Brasil

'Fizemos grande jogo contra o River e vencemos rival', diz atacante

Ciro Campos, Estadão Conteúdo

14 de abril de 2016 | 08h27

Em 19 jogos no São Paulo, o atacante Calleri já marcou quase a mesma quantidade de gols que fez no Boca Juniors no ano passado. Assim, ele é o artilheiro da Copa Libertadores, com sete bolas na rede. O argentino marcou duas vezes na vitória por 2 a 1 sobre o River Plate, nesta quarta-feira à noite, no Morumbi, e creditou o bom momento à adaptação ao futebol brasileiro após quase três meses da chegada ao Brasil.

"Estou entendendo melhor o idioma, falo algumas palavras em português e tenho um bom contato com os meus companheiros. Fizemos um grande jogo contra o River e ganhamos de um grande rival", comentou Calleri ao deixar o vestiário do estádio são-paulino. O time do Morumbi assumiu a vice-liderança do Grupo 1 da Libertadores e agora depende apenas de um empate na última rodada para se classificar. O adversário será o The Strongest, em La Paz, no dia 21.

O atacante tem sete gols marcados na Libertadores e dez na temporada. Em todo o ano de 2015 Calleri fez 15 pelo Boca Juniors. "Em alguns momentos fui criticado no São Paulo também", minimizou o jogador. O argentino tem contrato somente até 30 de junho, quando seguirá para o futebol italiano. "Vim em contrato de seis meses, para ganhar ritmo e tentar ser campeão da Libertadores", afirmou.

O técnico Edgardo Bauza disse após a partida que o clube espera a oportunidade de prolongar a permanência do atacante. "Estamos falando com a diretoria, não só sobre Calleri, mas para trazer quatro ou cinco jogadores para reforçar o nosso plantel em julho", contou. Como reserva imediato, o argentino tem Alan Kardec, autor de um gol em 16 partidas no ano.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.