Calor: a preocupação do Palmeiras

Apesar de a CBF informar que o clássico contra São Paulo, dia 13 de novembro, será realizado o Pacaembu, a diretoria do Palmeiras garante: o jogo vai acontecer no Parque Antártica. O presidente Affonso Della Monica informou nesta sexta-feira, que o clube está providenciando laudos técnicos da Polícia Militar e do Contru (órgão da prefeitura que trata do uso de imóveis) para garantir a realização do jogo no Parque Antártica. "O jogo será no Palestra", garantiu o dirigente.O Palmeiras embarcou na manhã desta sexta-feira para Fortaleza - onde no sábado enfrenta o Fortaleza pelo Campeonato Brasileiro - preocupado com o calor. A partida está marcada para às 16 horasde Brasília, e por conta disso, vai começar às 15 horas no horário local já que o Ceará não está entre os estados atingidos pelo horário de verão. Apesar disso, o time está confiante. O técnico Emerson Leão embarcou com a equipe definida. O lateral Baiano terá uma nova chance no time titular. Ele vai ocupar a vaga de Correa, que volta a atuar no meio-campo. Com a suspensão de Daniel, Gláuber vai compor a dupla de zaga ao lado de Gamarra. Depois de ficar de fora do jogo contra o Corinthians, o artilheiro Marcinho (17 gols no campeonato) está de volta à equipe. Ao contrário de Leão, que diz que o campeonato já está resolvido em favor do Corinthians (o líder), Marcinho ainda acredita. "É muito difícil (ganhar o título), mas não é impossível. Enquanto houver chance nós vamos lutar", disse. O Palmeiras deve começar a partida com Marcos; Baiano, Gamarra, Gláuber e Fabiano; marcinho Guerreiro, Corrêa, Diego Souza e Juninho; Marcinho e Gioino. O time paulista é quinto colocado no Campeonato Brasileiro com 53 pontos. O Fortaleza é o 12º, com 41.

Agencia Estado,

21 de outubro de 2005 | 10h50

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.